The Dark Knight – finalmente eu vi!!!

20.07.08 - 8:42 PM Ester Castro






Eu já estava com brotoejas de ansiedade em ver o filme e elas só pioravam cada vez que eu lia alguém dizer – eu vi The Dark Knight!!
O colapso era quase certo quando eu me dava conta de que o cinema mais próximo ficava a cerca de uns 250 km – já falei que eu não moro, eu escondo??
Diante disso decidimos ir até Uberlândia ontem só pra ver o bendito. E como valeu a pena!

The Dark Night é tesão. É êxtase. É perfeito.
Eu sei que já irrita essa rasgação de seda pra cima desse filme, mas acreditem, vai faltar seda. Muito ainda será dito e sem reservas. Ele até o momento, já é o número 1 no rank do IMDb, e apesar de ter bem menos votos que o segundo da lista (The Godfather), seus votos foram praticamente unânimes. Rating máximo.
O trabalho dos irmãos Jonathan Nolan e Christopher Nolan (roteiro e direção) foi impecável. Eles devem ter lido e relido de trás pra frente todos os HQs de Batman. A tamanha fidelidade na ambientação e na dramatização poderá fazer com que O Cavaleiro das Trevas seja considerado a melhor e mais fiel adaptação dos quadrinhos na telona.

Esqueçam aquelas tentativas toscas e enfadonhas de filmes com o homem morcego que fizeram anteriormente. Me recuso até fazer qualquer citação nominativa dos mesmos. A reprodução desse herói das trevas começa sim como o próprio nome diz, por Batman Begins.

E contrariando os preceitos de que uma continuação geralmente não chega nem aos pés do primeiro filme, The Dark Night já foi chamado de épico. O Batman mais sombrio e perfeito de Christian Bale, a trajetória de Harvey Dent até o surgimento do Duas-Caras e finalmente a atuação inominável de Heath Ledger que nos mostrou um Coringa fodásticamente incomparável!!!!

Ahhhh como ele foi maravilhoso!!! Foi o momento de Ledger que nem de longe lembrava o garoto fofo e lindinho de 10 Things I Hate About You, ou aquele jovem que ensaiava valentia e heroísmo em The Patriot ou tampouco o homossexual inseguro de Brokeback Montain.
Ao contemplar a sua atuação me vinham sensações mistas de euforia e desolação. Como se eu quisesse entrar no filme pra sacudí-lo e dizer cara você é o melhor, não tome aquelas pílulas!!!
.
.
.
.
Aquele garoto de outrora, cresceu e saiu de cena sendo outra pessoa. Irreconhecível, único, perfeito. Ele se entregou de tal forma que não havia Heath Ledger, havia o Coringa. Suas falas eram regadas ao sarcasmo e humor negro idênticos aos quadrinhos. Sua loucura parecia contagiar. Ficava impossível torcer contra ele, o vilão.
Foi magistral…

Tudo indica que haverá a sequência. Como será?? Quisera eu poder vislumbrar.
Se houver outro Coringa, ficará impossível não gerar comparações. Tentando imitar ou fazer diferente, de um jeito ou de outro, críticas surgirão.
Será um desafio ofuscar o melhor Coringa de todos os tempos…



Categorias: Cinema, Opinião, Tudo







Confira outras postagens no blog!

2leep.com


Os comentários são via Facebook, portanto precisa estar "logado" para comentar. Vale lembrar que o teor dos mesmos são de inteira responsabilidade do comentarista.

Comente!! Assim saberei o que você pensa! ;)




  1. 21, julho, 2008 em 22:05 | #1

    @Dimitry

    Não sei que HQ do Batman você leu, mas deve ter sido alguma edição única especial, pra dizer que o do Nicholson é mais parecido com o dos Quadrinhos do que o do Ledger. Não só a interpretação, mas até os argumentos do Coringa-Nolan são irreverentemente mais parecidos com o original. :eek:

    Ok que os dois foram ótimos coringas, muito acima da média para qualquer pobre mortal, mas… Ledger ganha de longe. Eu assisti o Batman do Tim Burton quando era bem mais novo e mesmo assim, anos e anos depois de violência e desensibilização, o Coringa-Nolan me deu muito mais arrepios do que o Coringa-Burton. :nop:

  2. 21, julho, 2008 em 20:38 | #2

    Será que só eu defendo o Coringa do Nicholson? Bem, os motivos eu disse nos comentários de outros blogs e acabei fazendo um post sobre isso.

    Achei o filme maravilhoso, diferente de qualquer adaptação de quadrinhos. No fim das contas este é o único filme deste gênero que eu recomendo para quem não gosta de super heróis.

    O Coringa do Ledger é o vilão mais perigoso que um personagem de quadrinhos já enfrentou nos cinemas. A atuação dele está intensa, mas eu achei que o Coringa do Nicholson era mais preso a essência do personagem do que aquele representado por Ledger. O que não diminui o filme ou até mesmo o vilão do mesmo.

    Excelente texto, assim como você eu estava com brotoejas só de esperar pelo filme e valeu cada segundo na sala de cinema. Desde já um dos melhores filmes do ano.

  3. 21, julho, 2008 em 11:20 | #3

    Fala serio este Joker realmente foi o melhor de todos muito sinistro ele.

  4. 21, julho, 2008 em 10:05 | #4

    Eu tenho lido e acompanhado os comentários do filme, e já penso que, por causa da morte do Ator, eles terão que evitar uma nova aventura com o Coringa!

  5. 21, julho, 2008 em 07:36 | #5

    Sim, filme excelente. O que mais me chamou a atenção foi a narrativa do filme, eles intercalaram história com ação até o fim do filme. O filme é longo, mas quando vi já tinha acabado. O filme se não é chegou perto da perfeição. Vamos esquecer Batman de Tim Burton, né? :P

  6. robson
    21, julho, 2008 em 06:07 | #6

    esse filme é o melhor!!!

    não sei se só eu compartilho dessa opinião, mas acho que se houver uma continuação, o coringa não devia aparecer nela.. comparações serão inevitáveis e nenhum ator chegará aos pés de Ledger =

  7. Diego
    21, julho, 2008 em 05:36 | #7

    minha vila não tem cinema =/

  8. 21, julho, 2008 em 00:59 | #8

    :palmas: "Palmas!" Foi a primeira vez que ouvi palmas em um cinema e realmente me senti compelido a acompanhar, mesmo tendo assistido sozinho. Aqui no Brasil não existe o costume como nos States de bater palmas ao final de uma boa estréia, então isso aqui significa MUITO e foi isso que ouvi… Completamente merecido, diga-se de passagem.

    Quanto a história, queria abrir uma pequena ressalva, Chris Nolan, seu irmão e David Goyer (co-roteirista de Begins também) tomaram certas "licenças poéticas" com a história que não é assim TÃO fiel aos quadrinhos, mas por um bom motivo. Ele queria tornar Batman mais "realista" e com isso eu já vi muito fã xiita achando melhor a versão cinematográfica do que a própria história nos quadrinhos. Por que? Porque é real… é crível, aceitável, a gente pode finalmente acreditar. Então não é a adaptação mais fiel, mas é a MELHOR adaptação com certeza. Se fosse a mais fiel provavelmente não seria tão boa (teria até um Robin, né? O.o).

    Sobre Ledger, concordo plenamente e você tirou as palavras da minha boca. E eu não sabia que o filme já era nº1 no IMDB =D

    Vou ver de novo terça ou quarta. E quanto a sua distância do cinema, é melhor descobrir os macetes da pirataria, pelo menos nesse caso, pra poder assistir de novo quando quiser, pq viajar 250km por uma reprise não rola né? hauhuhauh

  9. 20, julho, 2008 em 23:55 | #9

    Cara… texto show de bola…

    me deu mais vontade ainda de ver esse filme.

    :palmas:

  10. 20, julho, 2008 em 22:15 | #10

    Oi

    Concordo com vc em gênero, número e grau, faltará seda com certeza pra definir este filme.

    Assisti o filme por acidente, pois, não sou fã do morcegão. Isso se deve primeiro por não gostar das HQs dele e principalmente dos outros filmes.

    Achei que seria difícil desbancar o Nicolson como o Coringa do primeiro, mas, Ledger arrasou, humilhou foi fodástico.

    Na minha opinião o filme não deveria se chamar Batman, Dark Knight, mas sim "The Joker".

    E parabéns por seu Blog, vc faz um bom trabalho.

    Abraços

  11. Ricardo
    20, julho, 2008 em 19:14 | #11

    MAXIMO!!

    IMPECÁVEL!!

    O Coringa… que coringa eh esse, meu deus, tão perfeito, tão insano, tão "TUDO" que a performace maravilhosa do Batman, o nosso herói, passa despercebido! Sem contar que o Duas Caras, sinceramente, maravilhoso! Considero que nesse filme, não teve coadjuvantes, e sim todos atores principais!

    Cenas lindas, maravilhosas, perfeitas! Quase 3 horas de filme foram pouco, dava pra ficar 3 horas a mais só pra ver a continuação…

    Pena que nosso "Heroi", Ledger, faleceu, mas deixou uma lembrança que durará por muito, muito tempo!

Fechado para comentários.