Tadinhos dos políticos desse país com a mixaria de seus salários…

17.12.10 - 4:34 PM Ester Castro






E o salário ó!
E o salário ó!

Realmente não dá pra ter uma vida digna com os míseros R$ 12 mil ou R$16 mil  recebidos até então por deputados estaduais e federais respectivamente. Afinal eles trabalham tão árduamente para melhorar este país dando o sangue para que o brasileiro possa ter um futuro melhor, sendo mais do que justo que se autoconcedam um aumento salarial de 61,8%, não é mesmo????

NOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOTTTTTTT!!!!!

Pois é meus queridos. Como é de praxe em último ano de mandato, os digníssimos senhores congressistas correram contra o tempo para aprovar no último dia 15 em caráter de urgência, um projeto que aumenta (de novo) os seus próprios salários. Essa pressa toda se deve porque por disposição legal não lhes é permitido pleitear aumento na mesma legislatura, então é preciso que votem e aprovem o reajuste que passa a vigorar no mandato seguinte.

Isto posto, os salários de presidente e vice-presidente da República, ministros de Estado, senadores e deputados, que estes passarão a receber a partir do ano que vem, será algo em torno de R$ 26 mil, FORA OS BENEFÍCIOS, alcançando o mesmo patamar dos vencimentos dos ministros do STF. Ou seja, todo mundo vai ganhar igualzinho pra não ter invejinha.

Vale lembrar que esse aumento gera um efeito cascata, pois como prevê a lei (ah de novo essa lei tão benevolente…), deputados estaduais tem direito de receber o equivalente a 75% do salário de um deputado federal e no âmbito municipal, apesar do reajuste levar em conta o número de habitantes, pode ser fixado entre 20% e 75% sobre os rendimentos de um deputado estadual.
Essa proeza toda vai custar aos cofres públicos cerca de 2 bilhões de reais ao ano!!!

Brasilzão tá podendo né? E de onde vão tirar a diferença pra cobrir o rombo? Hein? Hein?

Agora tentem voltar uns 4 anos no tempo quando a Transparência Brasil publicou um estudo comparativo dos custos do Congresso Nacional com os de países como Alemanha, Argentina, Canadá, Chile, Espanha, Estados Unidos, França, Grã-Bretanha, Itália, México e Portugal. E adivinha qual país gastou mais com seus políticos???

E se na época cada deputado custava, entre vencimentos pessoais, verba de gabinete, auxílio-moradia, passagens e outras despesas, em média R$ 99.467 por mês aos cofres públicos, agora então nem se fala. Vão nadar de braçada em nosso mar de vergonha.

Os salários dos políticos já eram por si só um acinte e esse aumento então é a ofensa das ofensas…

Enquanto isso, professores e policiais, duas das áreas que no meu entendimento deveriam estar entre as mais bem remuneradas desse país, continuam recebendo muito aquém do que merecem.

Esse é o nosso Brasil, democrático que é, possuindo uma isonomia salarial tão real quanto o histórico escolar de Tiririca.

Fontes: Congresso em Foco, O Globo e IG









Confira outras postagens no blog!

2leep.com


Os comentários são via Facebook, portanto precisa estar "logado" para comentar. Vale lembrar que o teor dos mesmos são de inteira responsabilidade do comentarista.

Comente!! Assim saberei o que você pensa! ;)




  1. Roni
    22, dezembro, 2010 em 04:58 | #1

    Além dessa farra tem o festim de fim de mandato preparado pelos 249 deputados que estão saindo do congresso (vamos escrever minúsculo mesmo). Vide link do Correio Brasiliense da resposrtagem de 20 de dezembro

    http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/

  2. Juliano Ferreira
    20, dezembro, 2010 em 13:19 | #2

    Não nos surpreende, é claro, mas continua enojando.

    Sou professor e posso afirmar sem exageros: a situação está muito pior do que se consegue imaginar. Muito pior. Quem não está ligado à educação, não faz a mínima ideia do que se passa no Brasil. E as causas da desgraça toda são mais complexas do que se consegue elencar em poucas linhas. Por essas e outras, quando fico sabendo que imbecis, como são a maioria dos nossos políticos, passarão a receber quase 30 mil mensais, tenho ânsia.

    Boas colocações, Ester. Como sempre. :)

  3. 20, dezembro, 2010 em 06:35 | #4

    É lamentável o que se pode fazer quando não se há limites. Isto é vergonhoso.

  4. 18, dezembro, 2010 em 10:13 | #5

    <blockquote cite="#commentbody-19644">

    Nas teorias de Maquiavel todos esses políticos não entendem absolutamente nada porque eles não sabem o que é poder de fato, roubar o dinheiro público não é poder, é fraqueza.

    =1

    Super colocação Alice.

    E o que deixa a gente mais abismada é que o governo fará um corte de 3 bilhões nos gastos ano que vem e isso inclui verbas para a educação, mas gastará 2 bilhões por conta do reajuste salarial dessa cambada.

    Não tem como não se revoltar com isso…

  5. 18, dezembro, 2010 em 07:38 | #6

    Eu estava pensando o tempo todo nos professores. Os "políticos" digamos assim, não fazem porcaria nenhuma pra ninguém, são o reflexo do egoísmo humano. Por outro lado, professores batalham pra levar a educação e fazer os outros progredirem não só em suas vidas pessoais mas em comunidade com todo o país. O Brasil tem potencial. Não sei por que ainda digo isso, mas acredito nisso. Mas acho que é um pensamento meio utópico, tendoi em vista os ladrões que roubam achando que são poderosos mas na verdade não detém poder algum. Nas teorias de Maquiavel todos esses políticos não entendem absolutamente nada porque eles não sabem o que é poder de fato, roubar o dinheiro público não é poder, é fraqueza.

    =1

Fechado para comentários.