“Órgão que não é doado, é desperdiçado”

21.10.08 - 3:53 PM Ester Castro






Doação de órgãos

Este é o último mês da campanha “Órgão que não é doado, é desperdiçado” promovida pelo IMIP em parceria com a Central de Transplantes de Pernambuco (CT-PE), iniciada em agosto.

Achei providencial fazer o lembrete, não só por ser um assunto que deve ser sempre lembrado religiosamente, mas também porque achei bonita a postura da família da jovem Eloá em doar os órgãos da menina. Foram sete ítens recebidos por cinco pessoas que tiveram a chance de viver ou ter uma vida melhor.

Abaixo, fiz questão de reproduzir na íntegra o material fornecido pela CT-PE, apenas a título de esclarecimento.

COMO SER DOADOR DE ÓRGÃOS?
Só precisa avisar a sua família.
Os órgãos somente serão retirados após a família autorizar a doação.

QUEM PODE SER DOADOR?
Todo cidadão, após o diagnóstico de morte encefálica ou parada do coração.

ENTENDA A MORTE ENCEFÁLICA
Algumas pessoas confundem cérebro com encéfalo. Eles são quase a mesma coisa.
O encéfalo é responsável pelo pensamento, respiração, pressão, etc.

MORTE ENCEFÁLICA = MORTE
Neste caso, o coração batendo não significa vida.
Trauma craniano e derrame cerebral podem causar a parada irreversível do encéfalo (morte), mas a respiração é mantida por aparelhos, e o coração continua batendo por algumas horas, fazendo o sangue circular por outros órgãos (rins, fígado, pulmões, etc.).
Estes órgãos podem ser doados para pessoas doentes através de uma cirurgia de transplante.

MORTE ENCEFÁLICA NÃO É IGUAL AO COMA
No coma, as células cerebrais continuam vivas, a pessoa está desacordada e pode ser reversível.
Na morte encefálica, as células cerebrais estão mortas (é irreversível).

QUE ÓRGÃOS PODEM SER DOADOS APÓS A MORTE?
Doador de morte encefálica (com o coração batendo): coração, fígado, pulmão, rins, pâncreas, córneas, pelo, ossos e válvula cardíaca.
Doador com o coração parado: córneas, pelo e válvulas cardíacas.

QUEM RECEBE OS ÓRGÃOS DOADOS?
Os pacientes que estão na Lista Única de Transplantes.
É necessário seguir o tempo de espera e a compatibilidade sanguínea entre o doador e o receptor.

COMO É FEITO O TRANSPLANTE?
Após a doação, a equipe de transplante é avisada sobre a existência do doador e o nome do paciente que receberá o órgão.

COMO É A CIRURGIA DE RETIRADA DE ÓRGÃOS?
É igual a qualquer outra cirurgia.

O CORPO FICA DEFORMADO APÓS A DOAÇÃO?
Não. A reconstituição é feita com todo o cuidado. É obrigatório por lei que seja feita a reconstituição adequada.

A FAMÍLIA TEM ALGUMA DESPESA?
Não. O Sistema Único de Saúde (SUS) paga os exames, cirurgia e qualquer outro procedimento envolvido na doação dos órgãos.
O processo de doação pode demorar algumas horas devido à necessidade de realizar o diagnóstico de Morte Encefálica, que dá maior segurança aos familiares do doador.

A FAMÍLIA RECEBE INFORMAÇÃO APÓS A DOAÇÃO?
Sim. Uma Equipe da Central de Transplantes telefona ou manda uma correspondência informando o destino dos órgãos e tecidos.

Via Macaxeira Geral



Categorias: Campanha, Informação, Saúde, Tudo







Confira outras postagens no blog!

2leep.com


Os comentários são via Facebook, portanto precisa estar "logado" para comentar. Vale lembrar que o teor dos mesmos são de inteira responsabilidade do comentarista.

Comente!! Assim saberei o que você pensa! ;)




  1. 17, novembro, 2008 em 13:40 | #1

    Achei muito legal

  2. 23, outubro, 2008 em 12:00 | #2

    Oi, Ester. Obrigado pela citação ao Macaxeira Geral e parabéns pela iniciativa! Quanto mais pessoas se convencerem da importância da doação de órgãos, mais vidas poderão ser salvas.

    Grande abraço.

  3. 23, outubro, 2008 em 11:37 | #3

    Bastante esclarecedor. Quanto mais pessoas tiverem acesso a esse tipo de informação, mais órgãos serão doados. Muitas pessoas têm problemas seríssimos de saúde, que poderiam ser resolvidos com o transplante de órgãos. abraços

  4. 23, outubro, 2008 em 00:21 | #4

    Estou pensando em fazer um post sobre a repercussão da doação de orgãos após o hype da semana da Eloá, aí com certeza vou linkar esse seu post :palmas:

  5. 22, outubro, 2008 em 15:31 | #5

    Excelente post!!

  6. 21, outubro, 2008 em 16:00 | #6

    É bom conscientizar as pessoas para isso.

    É uma boa causa e salva muitas vidas. =)

    Off – Ester, tu és de PE?

    Abraços!

Fechado para comentários.