O que você pensa de mulher que joga video game?

18.09.08 - 4:29 PM Ester Castro






Woman Playing Video Games --- Image by � Roy McMahon/CorbisCerta vez, uma amiga do curso de inglês fez uma observação depois que eu disse que adorava jogar video game. Ela, inclusive bem mais nova que eu, alegou que jogos não lhe interessavam e que teria passado da idade de gostar disso, deixando bem claro que esse é um universo que pertenceria somente às crianças. E ainda acrescentou algo tipo “eu ajo e faço coisas de acordo com a minha idade”.

Pensei comigo… como assim??

Os games há muito mas muito tempo deixaram de ser privilégio infantil. E ao contrário do que ocorria antigamente, hoje na maioria das vezes, uma criança só tem video game em casa porque tem pais que jogam. Isso é fato. Aqui em casa é assim. E mais. Meus filhos também tem uma mãe que joga.
Infelizmente o meu rol de amigas, cunhadas e até minha própria mãe não vêem isso com naturalidade. Tipo, quando isso não é coisa de criança, é de homem, entende?
Mas isso não me incomoda não. Acho que a parte mais complicada é disputar vaga no console com meus filhos ou acabar preenchendo todo o meu tempo vago jogando um bom jogo. Aliás quando vocês perceberem uma ligeira falta de atualização no blog, podem ter certeza, ou estou doente ou estou jogando! :))

Mas eu confesso que nem sempre foi assim. Isso é influência do marido. Ele me apresentou a “droga” e hoje meu “vício” que considero saudável compreende horas e horas de jogo no currículo e deliciosos diálogos sobre o assunto com ele. Ambos, sempre antenados nos lançamentos, trocamos figurinhas sobre as novidades.

Como mulher, principalmente mãe, não tenho nenhum problema em assumir meu fascínio por games e sempre sinto um prazer enorme em falar sobre. Minha vontade de aprender cada vez sobre esse mundo mágico é tão grande quanto a vontade de jogar… e que bom que eu posso viver isso.

Para mim, um bom game é o cigarro que eu não fumo, é o álcool que eu não bebo ou a cocaína que eu não cheiro. É a válvula de escape que me deixa mais perto dos meus filhos, mais perto do mundo e de quebra mais longe da senilidade.

Vou envelhecer jogando e alimentando minha paixão, mesmo que isso incomode uns e outros. ;)









Confira outras postagens no blog!

2leep.com


Os comentários são via Facebook, portanto precisa estar "logado" para comentar. Vale lembrar que o teor dos mesmos são de inteira responsabilidade do comentarista.

Comente!! Assim saberei o que você pensa! ;)




  1. Sarah
    26, outubro, 2011 em 12:57 | #1

    Eu sou mulher e adoro jogar Need for Speed God of War , eu acho que isso depende muito .
    De gosto e tals , mais deve ser por que eu cresci com um irmão e três primos sou Viciada KK’

  2. waisman
    30, setembro, 2011 em 14:30 | #2

    excelente o artigo. irrita-me saber que ainda há tanto preconceito. estou começando tambem nos games e estou me divertindo. um abraço

  3. Fábio
    18, novembro, 2010 em 04:02 | #3

    Esqueci de mensionar. Adorei seu site. ta nos favoritos já. Bjus

  4. Fábio
    18, novembro, 2010 em 04:01 | #4

    Vou ser sincero. Garotas "gamers" me excitam. Talvez seja um nerd, por mais que não me considere e nem pareça um. Sou gamer desde 3 anos de idade (Master system), e sei que serei um idoso gamer. Sim, nasceu jogando video game, vai morrer jogando video game, não importa a idade.

    Agora o fato de pessoas do sexo femininos estarem jogando video game, acho muito bonito. Ainda mais por estarem quebrando essa coisa de "meninas brincam de boneca". Vamos concordar, brincadeiras de meninos sempre foram mais legais.

  5. Isa
    7, novembro, 2010 em 07:31 | #5

    Realmente existe preconceito, mas não temos que ligar para que os outros pensam ou falam. Se nós fossemos listar os preconceitos que existem hoje em dia muita gente não iria viver dando satisfação aos outros. Temos que fazer o que nos deixa felizes. Eu adoro, acho impressionante a tecnologia, os detalhes, a história de cada jogo…é um mundo fascinante. As pessoas que pararam no tempo e condenam mulhers e adultos jogarem provavelmente nunca tiveram oportunidade de desfrutar desse lazer saudável que é para qualquer idade e sexo.

    Bjs.

  6. 11, agosto, 2010 em 13:20 | #6

    sou viciado em games, e tenho mais o menos o msm problemas q a "maioria" tem ou ja teve, os pais que n admitem q alguem com a idade um pouco mais "avançada" (avançada quero dizer, n é mais uma criança) jogue.

    Atualemente tenho 18 anos e adoro jogar, apesar de n ter mais tanto tempo pra isso graças ao trabalho e a faculdade, mas sempre q posso e tenho tempo, to lá jogando, espero um dia encontrar uma garota assim como muitas que vi aqui que gostam de jogar e joguem comigo.

    Gostei muito do blog, achei por um acaso enquanto navegava a procura de um jogo novo xD. ta de parabéns viu.

  7. 13, julho, 2010 em 11:00 | #7

    gostosa

  8. Bruno
    3, julho, 2010 em 15:37 | #8

    Muito legal você jogar com seus filhos, eles devem adorar passar o tempo com você, pois estão se divertindo do jeito deles. Isso pode ser bom até pras notas deles no colégio, pois se sentem mais livres pra se divertir e sabem que boa parte da diversão é graças a você, então psicologicamente eles vão se recusar menos a estudar.

    Não adianta esconder o video game, só liberá-lo nas férias e tentar fazer os filhos se interessarem por outras coisas ou lugares à força, como meu pai fazia. Isso só cria bloqueios, faz a criança sentir ainda mais aversão por estudos e pelos interesses dos pais. Agora eu cresci e percebi que era imaturidade minha querer ser o do contra, então com o tempo estou me recuperando, mas confesso que a recuperação está lenta.

    Bem, eu tenho quase certeza que vou jogar video game pra sempre. E espero que meus filhos se sintam tão ligados a mim quanto os seus são a você graças à maravilha que é esse aparelho tão divertido.

    • 3, julho, 2010 em 15:46 | #9

      Então Bruno, pra vc ter uma ideia, até mesmo os amigos dos meus filhos ficam abismados quando eles falam que também jogo. Vira tudo fã rsrsrsrsrsrs

      • Bruno
        6, julho, 2010 em 19:08 | #10

        Isso é ótimo, Ester! =D Você é vista como uma mãe moderna, isso é melhor ainda. E não ligue se alguém disser que você é imatura – talvez até mães de colegas dos seus filhos, por exemplo, com inveja por você lidar bem com os mais jovens e elas, não. Isso é muito comum.

        Parabéns pelo seu desempenho. Você não é uma mãe chata e ultrapassada, você é uma mãe moderna, e se tem uma coisa que crianças adoram, são adultos modernos. =P

  9. Bruno
    3, julho, 2010 em 15:19 | #11

    Seus filhos devem ser muito sortudos! Eu sempre quis que meus pais jogassem video game comigo ao menos uma vez, mas eles nunca jogaram, aliás, sempre tiveram grande aversão ao video game e questionam minha maturidade por ter crescido (hoje tenho 23 anos) e continuar jogando.

    Do mesmo jeito que respondo a todos que insinuam que sou imaturo, respondi a eles que video game deixou de ser só de criança desde os anos 1990, que é uma forma de diversão como qualquer outra e que geralmente é a TV que alimenta estereótipos contra quem joga, pois ela tem que disputar a atenção do público com video game e internet.

  10. Drago
    2, junho, 2010 em 11:50 | #12

    Eu tenho mais de 30 e adoro games!Não dou a mínima para os preconceituosos e atrasados!Abraços.

  11. Lyn
    24, dezembro, 2009 em 15:50 | #13

    Eu adoro games e jogo contra o meu marido sempre. Vejo a cara de felicidade dele quando estamos jogando vídeo game, sinuca, mafia wars ou outros jogos. Meu irmão tem 30 anos e também joga. Acho que não há sexo e nem idade para se fazer as coisas que gosta e ser feliz.

  12. NILO
    18, novembro, 2009 em 08:57 | #14

    adoro games p pc tenho todos os lançamentos e curto muito mulheres que jogam… precisa d algum game me add ai nilo-js@hotmail

  13. 16, agosto, 2009 em 09:22 | #15

    pra mim é so menino que pode jogar video game….

  14. 31, janeiro, 2009 em 19:30 | #16

    Só uma frase sobre as garotas gamers: topam uma partidinha?

  15. 14, janeiro, 2009 em 08:13 | #17

    Bom eu me chamo juliana e tenho 14 anos moro em taubaté SP, eu adoro video game ou melhor dizendo viciada, eu fico o tempo inteirinho na frente do game.

    Vou contar uma coisa, ontem minha amiga foi me chamar para dar uma volta e eu não fui porque preferi ficar jogando. Eu queria entender porque eu uma menina de 14 anos que o normal seria, sair com as amigas prefiro ficar no video game. Isso ta trazendo problemas em casa minha mãe detesta que eu fique o tempo todo no game.

    Alguem pode me dar conselhos, ou me ajudar a entender. Obrigada, BjÔ

  16. 28, setembro, 2008 em 14:48 | #18

    video game é tudo isso pra mim tb !!!

  17. AndreWo
    26, setembro, 2008 em 01:56 | #19

    O problema é que tem muitas pessoas com a mente fechada.Não tem nada demais jogar video game, é divertido, proporciona bons momentos com a familia.Po seus filhos devem até se orgulhar de ter uma mãe moderna que nem vc :han:

  18. HUlk
    25, setembro, 2008 em 07:41 | #20

    Isso vai contra todos os bons costumes, todos os dogmas, tudo de sagrado, tudo que é perfeito e límpido. é inconcebível. Já pensaram em quantos casamentos desfeitos, quantos acidentes automobilísticos, já não bastam as brigas pelo controle remoto!!?? agora vocês mulheres querem brigar pelo controle do console!!??

  19. 21, setembro, 2008 em 07:59 | #21

    pois me deu uma curiosidade imensa de jogar. bjs! :hmmm: :hmmm:

  20. 20, setembro, 2008 em 09:11 | #22

    Oi Ester!

    Acho super legal e não vejo problema nenhum nisso! Jogue seu game preferido e seja feliz!!! :yeah:

    Beijo!

  21. 20, setembro, 2008 em 06:46 | #23

    Não vejo nenhum problema as mulheres jogar.

    Ah, parabéns pelo blog, muito interessante.

  22. 19, setembro, 2008 em 13:37 | #24

    Eu não gosto de jogar porque não tenho habilidade nem paciência pra treinar pra conseguir ver alguma graça nos jogos mais interessantes. E os jogos que eu consigo jogar eu não vejo graça! hehe! Mas acho que isso vem de eu nunca ter tido um vídeo-game ou computador antes dos 20 anos, ao contrário da maioria dos homens – aliado à minha inabilidade pra aprender coisas que necessitem de coordenação motora depois de adulto! :cebolinha:

    O engraçado é que a maioria das namoradas dos meus amigos (todos gamers) reclamam que eles jogam demais e as deixam de lado. Logo eu, que não faço isso, fui namorar uma viciada em games! :triste:

  23. 19, setembro, 2008 em 12:32 | #25

    Minha esposa ama jogar, o computador dela é até melhor que o meu :blink: mas devo dizer que ela passa pelas mesmas coisas que você.

    É impressionante que as pessoas acreditam mesmo que video games são para crianças. Mas não espere que eu vá parar de jogar por causa disso.

  24. Pablo
    19, setembro, 2008 em 08:52 | #26

    Relaxa, Ester. Os primeiros games nem eram pra crianças. Com o passar do tempo foi-se percebendo que as crianças da época (ou seja, nós) eram melhores que os adultos e elas receberam o foco. Na medida que elas foram crescendo os jogos também foram acompanhando e hoje temos jogos pra todas as idades.

    Infelizmente nem todo mundo percebeu essa evolução.

    Eu adoraria ter tempo livre pra jogar, meu PSP passa a maior parte da semana no case :sad:

  25. 19, setembro, 2008 em 08:37 | #27

    Desde 1992 que conheço mulheres que jogam video-game. Uma manorada jogava MasterSystem, e era uma exi

  26. 19, setembro, 2008 em 07:29 | #28

    @Yuiti: É isso. Cada um extravasa com o que lhe dá prazer, não é mesmo! :yep:

    @Rodrigo Piva: Valeu Rodrigo! ;)

    @Christian Gump: Não consigo imaginar um homem não gostar de games… Ah não, lembrei! Tenho dois irmãos que também não curtem …

    É… deixar de "namorar" pra jogar… aí complica né? ahauahauahauahau

    @Fernando (Mestre Zen): ahauahauahauahauahau só tu mesmo Fernando… Vou torcer pra você encontrar uma "Sra. Fernando" com todos esses atributos que você descreveu aí ahauahauahauahua :joia:

    @Inexistent Man: Concordo. E depois acho que todo homem gosta de conversar com a sua namorada ou esposa, assuntos que comumente conversaria com amigos, especialmente sobre games.

    Tenho um Wii também. Nele jogo com a turma aqui. Às vezes ficamos horas no Rayman ou no Mario Party. Mas eu gosto que me enrrosco mesmo é com games um pouco mais hardcore, actions, adventures ou até em alguns casos, RPGs… :yep:

    @Aroeira: Sua observação foi patética…

    @Glaucia: Obrigada querida! Mas hein, você não disse se gosta de games… :D

    @Adriano: :yeah: yeeeehhhh GOW 3!!! É isso aí Adriano!!! Joguei o 2 e é claaaaaro que jogarei a sequência! ahauahauahauahaau

    @Eurico: Eurico você disse tu-do! Os benefícios são inúmeros.

    Quando iniciei meu curso de inglês, minhas colegas não conseguiam me acompanhar. Quando a professora na época me perguntou se eu já tinha feito algum curso ou o que eu fazia pra ter essa facilidade de assimilação, eu respondi: jogo video game! ahauahauahauahau

    E que venha GOW 3!!! :yeah:

    @smx: Teria muito assunto? ahauahaauahaua Bom, eu deixo muita coisa passar…. mas pode ter certeza que quase tudo mereceria um post ahauhauahauahaua

  27. smx
    19, setembro, 2008 em 05:52 | #29

    Quem me dera , fazer um post desses toda vez que alguem me falasse besteira …xD

  28. 18, setembro, 2008 em 21:54 | #30

    Se envergonhar de que? Mil vezes ficar jogando do que alimentar outros vicios e atitudes deploraveis…

    Se aprende ingles, contempla cenarios e artes muito bem feitos em bons jogos, treina a criatividade, velocidade de raciocinio, planejamento de acoes, etc…

    E que venha GoW 3!

  29. Adriano
    18, setembro, 2008 em 21:02 | #31

    Cara Ester

    Não liga para os comentários desencorajadores. E prepara-te para God of War 3!

  30. Glaucia
    18, setembro, 2008 em 17:59 | #32

    Jesus… esse povo tem umas idéias pré-concebidas…

    Também passei por um certo mal estar quando decidi ir morar sozinha… afinal, mulher só sai de casa pra casar, não é? kkkk

    Muito bom o post e o blog, to sempre por aqui

    []

  31. Aroeira
    18, setembro, 2008 em 17:52 | #33

    Se você for a moreninha da foto está perdoada. Se não for, peça ao seu marido para que te ensine alguns joguinhos mais interessantes… ele deve estar jogando sozinho por fora enquanto você se entretem com bonequinhos virtuais…

  32. 18, setembro, 2008 em 15:53 | #34

    Hoje em dia não tem porque ter preconceito com pessoas mais velhas que jogam videogame. Antigamente os jogos eram muito simples e bem bobinhos, aí sim poderia ser coisa de criança. Hoje em dia os jogos estão muito mais elaborados e difíceis. Eu tenho quase 30 anos e comprei um Wii. Minha namorada tb joga, e não vejo nada de mais mulher que joga. Infelizmente há um certo preconceito, do tipo "isso é coisa de homem", assim como existe em vários outros segmentos da sociedade. Temos que parar com esses tipos de pensamentos, e deixar a mulherada detonar nos games!

  33. 18, setembro, 2008 em 15:24 | #35

    :joia: Pra mim é a terceira coisa mais despretenciosamente sexy que uma mulher pode fazer ao meu ver! Sendo a primeira sussurrar em francês qualquer coisa (sério, pode até me xingar, mas sendo sussurrando e em francês eu fico animadão :cool:), a segunda saber de assuntos nerds (filmes nerds, computadores, gadgets, etc) e a terceira é ser gamer. Se além disso ela fizer uma forcinha pra ser gostosa, eu juro que caso sem pensar nem um pouquinho a respeito hauahuahu :yeah:

    O Sr. Moreira Castro que é inteligente, além de pegar uma pacote completo, colocou o "add-on" gamer nela kkkkkk :haha:

  34. 18, setembro, 2008 em 14:57 | #36

    Adorei o post! Não tem nada de errado em alguém gostar de jogar vídeo-game.

    Mas, respondendo à pergunta do texto: eu não quero saber de mulher (como namorada) que jogue vídeo-game! hehehe!

    Pô, eu sou um dos únicos caras que não jogam e vou namorar justamente uma mulher que não só não reclamaria do namorado jogar como ainda joga? E isso aconteceu uma vez. Em vez de a gente namorar, ela ficava jogando ¬¬ Eu até tentava pra ser legal, mas não é minha praia.

    Claro, tô brincando… nesse caso era meio extremo mesmo, minha ex era meio viciada demais. De resto, se minha namorada gostar de jogar, eu fico vendo um filme enquanto isso e tá tudo blz. ;-)

  35. 18, setembro, 2008 em 14:08 | #37

    Eu acho completamente normal, nada demais. Minha noiva tem 24 anos e gosta bastante de games e não vejo problema algum.

    Continue com seus jogos, o importante é q te faça bem, o resto é resto :-)

    Beijo

  36. Yuiti
    18, setembro, 2008 em 13:58 | #38

    E gosto de videogame. Sempre gostei (e hj tenho 30 anos!). Mas nem sempre tive um.

    Meu primeiro foi um SNes, quando a novidade era o PSOne.

    Comprei há um ano o PSTwo. Simples questão financeira.

    Mas gosto e assumo. Tem gente q. gosta de passar horas na frente da tv vendo 22 caras correndo atrás de uma bola, tds. suados. Outros vendo novela!

Fechado para comentários.