O gorila da Cadbury – Marketing inusitado

03.09.07 - 11:19 AM Ester Castro






gorila.jpg

A marca de chocolate inglesa Cadbury soltou na mídia em horário nobre na semana passada, um vídeo de um minuto e meio mostrando um gorila ouvindo “In the Air Tonight” de Phil Collins. Foi dado então o ponta-pé inicial para um grande viral de marketing.
A responsável pelo vídeo é a agência Fallon que cobrou 9 milhões de libras… uia, segundo mencionou Rafael Ziggy, sendo escrito e dirigido pelo publicitário argentino Juan Cabral, que foi responsável pela brilhante publicidade da Sony Braviamas isso é material para um outro post
O tempo do vídeo, 1 minuto e 1/2, está em consonância com o slogan da campanha “A Glass and a half full of Joy” – um copo e meio cheio de alegria – porque segundo a própria Cadbury é uma tentativa de fazer sorrir, assim como o próprio chocolate sempre faz e se um gorila tocando bateria não é o suficiente então espere até ver o que mais temos guardado na manga. Isso talvez já esclarece o teor da propaganda, mas ainda se pergunta qual a relação de um gorila com o chocolate? Nenhuma! Mas esse é o ponto.
O diretor de planejamento da Fallon, Laurence Green disse ao Independent, que as pessoas não querem ver mais um comercial monótono com pessoas falando sobre o produto, elas querem entretenimento! Na verdade o comercial inteiro é uma metáfora do produto. Chocolate é sobre alegria e prazer e Cabral resolveu criar um spot sem dizer isso literalmente, mas sim mostrar isso a tudo mundo.

Olha, não importa o que vocês pensem, eu achei esse vídeo genialmente espetacular!!!
Basta ter feeling pra captar a mensagem. Imagine você saborear um chocolate lentamente, sentindo seu sabor plenamente até você explodir em êxtase….bem foi isso que o vídeo passou pra mim…e você?? O que captou??

Tá, mas por que um gorila??  Talvez porque os símios estejam em alta para publicidade. (Não entendeu?) :))

Eu vi no Sedentário



Categorias: Publicidade, Tudo, Vídeo







Confira outras postagens no blog!

2leep.com


Os comentários são via Facebook, portanto precisa estar "logado" para comentar. Vale lembrar que o teor dos mesmos são de inteira responsabilidade do comentarista.

Comente!! Assim saberei o que você pensa! ;)




  1. 11, agosto, 2009 em 23:16 | #1

    Achei interessante, mas não lembraria da marca.

  2. é dose
    6, setembro, 2007 em 11:31 | #2

    corrigindo a segunda linha "enhem" por "enchem"…..

  3. é dose
    6, setembro, 2007 em 11:30 | #3

    incrível……em todo lugar sempre encontramos os "publicitários" que enhem de defeitos os trabalhos dos outros. é comom dizem "é muito mais fácil criticar um trabalho pronto do que fazer um trabalho bom". espero que esses publicitariossauros estejam em extinção, para o bem o público e do bom gosto….."não me deu vontade de comer chocolate"….huehuehuhe….

  4. JUBIABA
    4, setembro, 2007 em 09:00 | #4

    O que eu captei:

    – O filme não é criativo;

    – O filme é muito bem produzido;

    – Não me deu vontade de comprar o chocolate, nem saboreá-lo;

    – Não lembraria dessa marca no ponto de venda, e se não tiver uma comunicação relacionada ao macaco no PDV, muito pouca gente lembraria;

    – Cabral acertou no Sony Bravia, vendendo cores vivas de forma criativa, mas não acertou nesse filme por que o comercial não me vendeu o chocolate;

    – Se um comercial de TV que não vende é considerado genial hoje em dia, eu vou mudar de profissão…pra mim um bom comercial é aquele que vende.

    Grato.

    Publicitário que adora chocolate.

  5. 4, setembro, 2007 em 07:11 | #5

    Adorei Ester.

    Estava esperando uma reação agressiva do gorila e ele se mostrou tão sensível…

  6. 4, setembro, 2007 em 03:09 | #6

    É diferente ver o clip depois de estar avisado do conteúdo e do contexto, então vi uma segunda vez e tentei entrar em contato com as sensações que o desenrolar das imagens me traziam, me vi e me senti no lugar do gorila, sendo tocado pela música, até tive vontade de tocar bateria pra acompanhar. :cool:

    Esses caras da publicidade não são bobos não!!

    Beijos

  7. 3, setembro, 2007 em 18:36 | #7

    Joselito, não é preciso o tal "feeling publicitário", mas apenas feeling…

    Em outras palavras, mente aberta…Todos podem dar diversas interpretações…acho que foi mesmo essa intenção… fazer a pessoas pensarem, e ao pensarem sobre isso, sempre vão estar lembrando do chocolate Cadbury…

    Talvez seja essa a grande sacada desse marketing. Eles não estão preocupados se o consumidor final irá conseguir interpretar a mensagem ou não, eles querem que isso fique cravado na mente…ou seja…toda vez que alguém ouvir aquela música ou ver aquele macaco tocando batera, vão logo associar isso ao chocolate! Simples assim…

    Só completando… se Juan Cabral fosse um publicitário inexperiente, eu poderia até questionar o propósito desse spot, mas depois de ver o vídeo Balls que ele fez pra Sony Bravia, eu o qualifico seguramente como gênio da publicidade. Ele com certeza conseguirá vender areia no deserto e sorvete no Pólo Norte… :joia:

  8. Joselito
    3, setembro, 2007 em 18:00 | #8

    Ahhhh legal, explicando qual é a sacada do comercial fica bem mas fácil de entender e dar a opinião. Mas só queria deixar outra pergunta:

    É impressão minha ou pra poder entender esse comercial logo de cara, você precisa ter um pingo de feeling publicitário como você mesmo diz no post? Será que o publico alvo deles são publicitários viciados em chocolate e por isso eles se esquecem que talvez o "resto" das pessoas podem não entender a sacada e por fim pensar tá e daí? Eu particularmente não tenho vontade de comer um chocolate só vendo um gorila tocando bateria… maaaas isso é o que eu penso.

    Fica aqui minha pergunta.

    Abraços. :tintin:

Fechado para comentários.