Fiquei fã do Pablo Villaça!

03.08.10 - 2:14 PM Ester Castro






Eu não assisto o programa do Datena. Aliás odeio todo e qualquer programa sensacionalista.
Me recuso a ver.
Dessa forma também não assisti o momento em que ele comete a infelicidade de misturar ou associar a falta de fé religiosa com o crime.
Mas a internet se encarrega de propagar o dito e você pode acompanhar a transcrição das palavras de Datena no programa em questão, no site ATEA.

Ocorre que a coisa tá fumegando.
Ao que consta, os ofendidos (ateus) irão pleitear na justiça o reparo por danos morais. E não há dúvidas que possuem todo o amparo legal para isso.

O que eu penso disso?
Não vou insuflar novos ataques à minha pessoa versando novamente minha opinião sobre questões desse naipe.
Primeiro porque já me sinto exaurida e segundo porque o crítico de cinema do Cinema em Cena, Pablo Villaça, já fez isso muito bem em um videocast especial ao expressar sua indignação.
Faço portanto minhas, as suas palavras.

Acompanhe:


Clap, clap, clap!

PS: A imagem que usei do Datena caiu como uma luva para descrevê-lo diante do que ele disse. Concluam.

Via Sedentário



Categorias: Gente, Opinião, Tudo, Vídeo







Confira outras postagens no blog!

2leep.com


Os comentários são via Facebook, portanto precisa estar "logado" para comentar. Vale lembrar que o teor dos mesmos são de inteira responsabilidade do comentarista.

Comente!! Assim saberei o que você pensa! ;)




  1. Samurai
    9, agosto, 2010 em 13:19 | #1

    Pegue o discurso do Datena, substitua "ateu" por "negro", não soa ofensivo?

    Substitua agora por "judeu" e vai ficar muito parecido com um discurso nazista.

    Datena foi ofensivo sim, até alguns poucos religiosos mais "racionais" que eu conheço se indignaram com a demogagia de um hipócrita com tres filhos fora do casamento não reconhecidos, que trai a esposa na cara dela e bebe até ficar de quatro…

  2. Eduardo
    4, agosto, 2010 em 14:04 | #2

    Sou ex ateu, e hoje católico fervoroso, seguidor do meu mestre Jesus Cristo, creio que o Sr. Villaça nunca leu a Biblia, que é o livro mais antigo do mundo, e que contém as palavras de Jesus, e de Deus, ele o Sr. Villaça debocha de católicos, evangélicos, e se diz o maioral, não com essas palavras, mas ele também incita a violência ao questionar o poder de Deus, e falar das reliquias que a Igreja possui, pessoas assim quando assistem á programas como o do Datena dão crédito á violência e o mundo não precisa de mais violência, o próprio Jesus Cristo disse que haveria guerra, a igreja em seu todo sendo perseguida, e que o Demônio iria causar confusão na cabeça das pessoas, e o que está havendo hoje? é irmão matando irmão, filho matando filho, pai matando filho, e não é a igreja seja ela qual for quem manda fazer isso mas irão dizer e a inquizição? á caça as bruxas/ o papa João Paulo segundo reconheceu os erros da Igreja católica onde muitos irmãos perderam a vida, a pedofilia na igreja é algo grave e os padres que cometeram tais atos barbaros terão que ser punidos sim, ninguém está cego á isso! portanto senhor Villaça leia a Biblia,informe-se o Sr. que é critico de cinema, e dos bons, fique em paz moço, creia em Deus assim como eu creio, e ajude ao seu próximo, e ai sim o senhor verá o poder de Deus.

    • 4, agosto, 2010 em 22:48 | #3

      vc citou sobre assassinato … isso é totalmente aceitável no ponto de vista cristão!

      leia II Reis 2.23,24 … deus mata despedaçando 42 crianças que tiram sarro.

      então de fato os violentos na verdade são os religiosos que tem o aval da bíblia e em nome dela e de deus podem "pedir" para deus matar qualquer pessoa desde que a pessoa que pediu o assassinato seja uma serva de deus.

      • 5, agosto, 2010 em 06:48 | #4

        Só pra completar Eduardo, acho que o seu xará não deve nem ter lido o que escreveu ou quem sabe foi completamente sarcástico.

        Ele cita o que está havendo hoje? é irmão matando irmão, filho matando filho, pai matando filho,… e questiona se Villaça leu ou não a Bíblia ignorando por completo que sua citação é praticamente um déjà vu bíblico.

      • Juliana
        20, setembro, 2010 em 18:16 | #6

        Eduardo Augusto Ferreira:

        Eu não sou muito de ler a Bíblia então me corrija se estiver errada:

        pelo que sei Jesus Cristo veio para nos salvar e mudar o que estava errado no antigo testamento e você faz uma citação do antigo testamento.

        No antigo testamento a lei era : olho pro olho dente por dente. No novo a lei é: amai ao proximo como a ti mesmo.

        Pelo que sei (repito eu não costumo ler a Bíblia) no novo testamento Deus não faz mais pedidos de sacrificios a não ser o sacrifício de seu propio filho (Jesus) pelo perdão dos nossos pecados.

        E as guerras foram feitas por fanáticos religiosos e fanatismo não é bem visto pela igreja (pelo que sei).

        Eu não assisti o vídeo pois não costumo perder meu tempo (não tão precioso assim) assistindo videos ou lendo textos que critiquem a religião ou a falta de religião.

        Cada um crê no que quer e eu sou totalmente contra a essa "guerra" fútil entre ateus e religiosos. E também sou contra essas guerras entre religiões.

        • Juliana
          20, setembro, 2010 em 18:23 | #7

          Ahh e Deus não é a favor do assassinato por seus seguidores nem que pessam para ele que ele mate outras pessoas pois o cristianismo prega o perdão das pessoas que he fazem o mal.

          Isso pelo o que eu escuto na missa.

    • sooneca
      7, agosto, 2010 em 20:17 | #8

      Bom, vamos lá. O senhor Pablo Villaça disse no vídeo sobre a incitação à violência, e se eu entendi direito, o tema do vídeo foi principalmente isso, "religiosos versus ateus". E o que temos aqui? Violência? Mas que coisa não? Podemos dizer então que o senhor Pablo Villaça estava certo?

  3. 4, agosto, 2010 em 11:32 | #9

    huhuhuhu … posso por lenha na fogueira?

    o religioso teoricamente deveria sentir pena de nós "pobres ateus pecadores" e no máximo tentar pregar a palavra divina para tentar "nos salvar" de uma "eternidade" de sofrimentos.

    quem tem religião não tem violencia… ok! ok!

    abram seus livros de história e POR FAVOR me digam uma unica guerra que não foi motiva por religião… UMA SÓ!

  4. Poltergeist
    4, agosto, 2010 em 05:35 | #10

    Uma pesquisa de 1997, realizada nas prisões americanas, apontou que os ateus constituíam cerca de 0,21% da população carcerária, proporcionalmente, muito menos do que os 8% presentes na população dos EUA.

    http://www.adherents.com/misc/adh_prison.html

    http://extestemunhasdejeova.net/forum/viewtopic.p

  5. 3, agosto, 2010 em 21:37 | #11

    Ótimo post e melhor ainda o videocast do Pablo. Eu não assisto esse programa do Datena e acabei de ganhar mais um 'motivo' para não assistí-lo! Sem mais!

  6. EduTomazett
    3, agosto, 2010 em 11:54 | #12

    Como eu havia falado no twitter, o Pablo me reconquistou com esse Videocast. Sou leitor do CEC desde o início e o pablo se tornou um grande chato, mas sei q isso é coisa de crítico e etc e tal. Mas qdo vemos a cara da pessoa falando de coisas pessoas, parece q nos aproximamos e então "perdoamos algumas falhas".

    ótimo post pra vc e um párabéns pro Pablo pelo vídeo.

Fechado para comentários.