“Drugs doesn’t only hurt those who use them”

10.06.08 - 1:29 PM Ester Castro






"Drugs doesn't only hurt those who use them"

Clique para ampliar

"Drugs doesn't only hurt those who use them"

Clique para ampliar


 

Essa campanha gringa contra as drogas confirma: “drogas não machucam somente quem usa”.

Quem tem casos de viciados na família sabe bem como é isso. Os que sofrem mais são os familiares. A dor e a impotência diante de um filho ou alguém que amamos mergulhado no vício é imensurável e intransferível.
É como perder alguém em vida. É como estar submetido à uma tortura involuntária cujo final é dolorosamente previsível. É o tipo de sensação que não desejamos nem mesmo à um inimigo. A dor é maior do que a própria morte. Quem já passou por isso sabe…

Há mais de um ano, um primo querido cometeu o suicídio. Seu ingresso nesse submundo deixou um recado. Um caminho sem volta…

Via Ads of the World



Categorias: Campanha, Imagem, Saúde, Tudo







Confira outras postagens no blog!

2leep.com


Os comentários são via Facebook, portanto precisa estar "logado" para comentar. Vale lembrar que o teor dos mesmos são de inteira responsabilidade do comentarista.

Comente!! Assim saberei o que você pensa! ;)




  1. soll
    7, setembro, 2008 em 06:46 | #1

    :sad:é uma pena o q as drogas fazem com a pessoa :sick:

  2. 11, junho, 2008 em 02:41 | #2

    Eu tenho um primo que estava entregue às drogas. Hoje ele está se recuperando numa casa mantida pela igreja onde meu irmão congrega e parece que tudo vai bem.

    Mesmo de longe eu não consegui parar de pensar nele, me sentia impotente, inútil por não conseguir ajudá-lo… Imagina quem estava o tempo todo ao seu lado?

    Uma pena que essas campanhas, por melhor que sejam, não conseguem mexer com o coração de quem é viciado. Eles não conseguem pensar em mais nada, a não ser as drogas.

    Abraço

  3. 11, junho, 2008 em 00:09 | #3

    Realmente as campanhas sobre drogas são preventivas. Aqueles que tem que atingir são os pequeninos, porque os que já estão "marmanjos" dificilmente mudam sua forma de pensar. Geralmente se dão conta quando já é tarde demais. O texto é triste, mas a campanha é mais um movimento pró-ativo para acabar com isso. E de resto vamos ser saudáveis e pregar a saúde ^_^

Fechado para comentários.