Danilo Gentili testando a honestidade dos brasileiros

11.08.08 - 6:05 PM Ester Castro






Essa matéria do CQC no vídeo abaixo não é recente mas só hoje eu acabei vendo. Quem não viu ainda, acompanhe até o final.

Notaram a filhadaputagem da tiazinha com o lance do celular? Aliás é a malandragem geral correndo solta. A pobreza de espírito do cidadão brasileiro é uma coisa surreal e incurável.
É a Lei de Gerson¹ imperando… Essa é a única lei que o povão se dá ao trabalho de aprender e de seguir…
Mania doente de se valer do “achado não é roubado”, que aliás já falei sobre aqui.
Típico da mediocridade que reina na mente dos desprovidos de caráter.

Não tem conserto. Definitivamente. :z

¹ A expressão originou-se em uma propaganda, de 1976, para os cigarros Vila Rica, na qual o meia armador Gerson da Seleção Brasileira de Futebol era o protagonista. Gerson dizia ao final:

«Gosto de levar vantagem em tudo, certo? Leve vantagem você também.»

Assim depois dessa, a pessoa que “gosta de levar vantagem em tudo”, no sentido negativo de se aproveitar de todas as situações em benefício próprio e sem se importar com a ética estaria agindo sob a premissa dessa lei. [fonte]

Via Players



Categorias: Opinião, Tudo, Vídeo







Confira outras postagens no blog!

2leep.com


Os comentários são via Facebook, portanto precisa estar "logado" para comentar. Vale lembrar que o teor dos mesmos são de inteira responsabilidade do comentarista.

Comente!! Assim saberei o que você pensa! ;)




  1. 25, agosto, 2008 em 11:56 | #1

    :cool: Achei muito interessante como surgiu a tal da honestidade´.

    flws

  2. 12, agosto, 2008 em 12:14 | #2

    :cool: Muito bom o vídeo! REalmente temos que nos reavaliarmos para depois falarmos mal dos políticos…

  3. 12, agosto, 2008 em 10:33 | #3

    Será que seria exagerado dizer que a política brasileira é um reflexo ou, até mesmo, resultado da maneira como parte da nossa sociedade age e pensa? :nop: :cool:

  4. 12, agosto, 2008 em 09:13 | #4

    Tem uns sujeitos que dão troco errado que as vezes merecem não devolvermos, mas, é uma outra situação. Eu, por exemplo, comprei três tipos de carnes num açougue, e quando paguei, o dono do açougue me passou o troco errado. Avisei-o de que o troco estava errado.

    – Eu não errei não. Refaça suas contas?

    – O senhor não calculou o terceiro quilo! Te paguei com R$ 20,00, e o o troco deve ser R$ 2,00.

    – Ah! é verdade! Perdão senhor!

    Devemos insistir em ser honestos, integros e retos. Mas, há uns caras-de-paus, como esse senhor do video que disse não ter conferido… ridiculo. :joia:

  5. Junior
    12, agosto, 2008 em 08:43 | #5

    nossa esse povinho do Brasil , nao merece morar num pais tao abencoado como este deveriam e sim ta passando fome la na Etiopia pra aprender a ser gente e principalmente honesta … credo povo ruim!!!!

  6. 12, agosto, 2008 em 01:17 | #6

    Já tinha visto esse vídeo, mas repito minha reação: inacreditável :nop:

    Realmente nós temos um problema endemico de caráter desonesto no nosso país. Poxa!!! O que a pessoa realmente ganha tentando levar a melhor? Ainda mais na questão do troco, do celular perdido, do óculos, etc.

    Agora imagine o dinheiro vivo na rua? Não gosto nem de pensar.

    Sad but true!!! :sad:

    O Marco e a Krika que tem sorte huaahuahu

  7. 11, agosto, 2008 em 18:51 | #7

    Posturas assim, só com Educação de qualidade para equacionar. Essa deve ser a luta.

    E o Gerson, coitado, leva ainda a injusta pecha de aproveitador. Décadas atrás, não foram poucas as vezes que deu entrevistas dizendo-se arrependido em ter feito o comercial pelo rumo que ele tomou como informação equivocada.

    Que foi de um tremendo mal gosto, isso foi. Mas era a guerra dos cigarros, como hoje existe das cervejas e das margarinas.

    Cada marca tinha seu slogan e, relembrando, não acredito que o publicitário tenha criado o do Vila Rica pensando na conotação que ficou, de atribuir como característica positiva de caráter, o malandro, o espertinho, o aproveitador.

    O brasileiro já tinha isso consigo e o comercial só revelou?

    Sei lá… Seria preciso uma pesquisa aprofundada para saber.

  8. 11, agosto, 2008 em 17:14 | #8

    Essa é nossa triste realidade!

Fechado para comentários.