O caso do milionário da mega-sena assassinado

16.01.07 - 9:00 AM Ester Castro






Eu não assisti o Fantástico no último domingo, mas eu dei uma conferida nos vídeos das reportagens no Globo Vídeo e fiquei meio que indignada com a entrevista dada ao Fantástico pela viúva de Renné, o ex-lavrador de Rio Bonito-RJ que ficou milionário na mega-sena e foi assassinado. No dia anterior a entrevista ela quase foi linchada pela população local, acusada de ser a mandante do crime. Não recrimino a atitude deles…

Muito bem….confiram o histórico da garota e a entrevista e depois ponderem comigo…

Essa garota de nome Adriana, que posa de viúva saudosa, se defende das acusações e repassa a culpa para a filha de Renné… Mas eu lhes pergunto: alguém que é muito mais jovem, só aceita união depois que o outro ficou milionário, ficam uns cinco meses juntos, ela vai passar o ano novo sozinha em Cabo Frio, isso porque ela “era apaixonada pelo marido”, e depois de retornar o marido é deliberadamente assassinado….aahhh…conta outra….

Tudo bem que tem aquela máxima do direito de que ” todo mundo é inocente até que se prove o contrário”… mas qualquer leigo que tenha um mínimo de conhecimento sobre a essência do ser humano, percebe que essa garota não tem nada de santa…e para mim “tem coelho nessa toca”!

Vamos aguardar o transcorrer dessa história…









Confira outras postagens no blog!

2leep.com


Os comentários são via Facebook, portanto precisa estar "logado" para comentar. Vale lembrar que o teor dos mesmos são de inteira responsabilidade do comentarista.

Comente!! Assim saberei o que você pensa! ;)




  1. emilio
    17, julho, 2007 em 08:56 | #1

    quais foram os numeros do cartão premiado na epoca, vcs teriam essa informação?

  2. JERRY LEWIS
    16, janeiro, 2007 em 19:41 | #2

    ELA É NO MINIMO SUSPEITÍSSIMA…

  3. berkodrat
    16, janeiro, 2007 em 13:38 | #3

    Tive a mesma sensação quando vi a entrevista. É muito triste bater o olho numa pessoa e deduzir "Foi ela! Maldita assassina! Queime no fogo do inferno", mas foi inevitável… Tomara que a polícia descubra que ela é de fato a culpada, será um sinal de que AINDA não é qualquer ser humano pífio que me engabela!

Fechado para comentários.