Arquivo

Arquivado em ‘Web’

Valeria Lukyanova, mais uma Barbie da vida real!

29, abril, 2012 Ester Castro 6 comentários

Há um tempo atrás postei sobre Dakota Rose, a garota-mangá que parece uma boneca.

Mas parece que a coisa tá virando uma febre. Estão rodando pela web as imagens de outra Barbie real, a russa/ucraniana Valeria Lukyanova.

As informações sobre ela também não são muito claras. Alguns sites dizem que ela é russa, outros ucraniana, uns dizem que tem 21 anos, outros 27, enfim, além da própria garota negar que tenha feito cirurgias plásticas, incluindo remoção de costelas, para se parecer com uma boneca.

Ela diz que o resultado de seu shape é decorrente de anos de preparação, boa genética, boa alimentação e nada de vícios, nada de fumar ou beber. No entanto também correm pela web fotos de Valeria antes da transformação e até mesmo com cigarro na mão.

Well, tirem vocês suas próprias conclusões…

 

Valeria Lukyanova

Imagem: reprodução

Valeria Lukyanova

Imagem: reprodução

Valeria Lukyanova

Imagem: reprodução

 

Se a gente procurar no Facebook, acha trocentos perfis com o nome dela repleto de álbuns de fotos. Não faço a menor ideia de qual é o oficial, nem mesmo se ela de fato possui conta por lá. Parece que o mais próximo do oficial é uma conta numa rede social européia.


Valeria também se queixa de que ninguém menciona que ela canta ópera e já compôs mais de setenta músicas. Ok, então. Que tal uma palhinha da moça? :D

 

Via e via

 

Henri, O Gato Preto cheio de tédio e ração

17, abril, 2012 Ester Castro Fechado para comentários

Gatos podem ser facilmente protagonistas de coisas geniais. Vide o fofucho Maru, que mesmo fazendo algo estúpido como entrar em caixas de todos os tamanhos, ofereceu munição ao seu dono pra transformar isso em algo genial tornando-se um dos maiores hits da internet.

Henri, O Gato Preto

E eis que agora fiquei conhecendo Henri, O Gato Preto, um gato francês cheio de tédio que protagoniza um monólogo sobre sua crise existencial ponderando sobre o sentido da vida e das coisas.
Não tem como não rir alto com as divagações de um gato no seu jeito “me, myself and I” de ser. O dono teve a manha e criou um personagem com seus conflitos, agregando aos vídeos o charme vintage dos filmes monocromáticos. O resultado ficou foda!!! Coisa de gênio mesmo!

O primeiro vídeo foi em 2007, onde Henri se apresenta e ensaia suas primeiras lamentações.

PS: As legendas estão em inglês, mas se você tem dificuldade com o idioma, peça ajuda para traduzir. Vale à pena! ;)

E agora (por que demorou tanto tempo?) saiu o segundo vídeo ainda mais hilário!

Henri também tem Twitter e Facebook  que são uma delícia!!!

Dica postada pelo amigo Eneas Faleiros no Facebook! :)

Categories: Animais, Humor, Vídeo, Web

Esclarecendo o caso da bebê Vitória compartilhado no Facebook

9, abril, 2012 Ester Castro 58 comentários

O Facebook é uma maravilha se você souber usá-lo. Infelizmente muitos não sabem. Passam correntes idiotas e compartilham imagens levantando uma bandeira sem conhecimento de causa.

O assunto da vez é a imagem de uma criança de nome Vitória que segundo a descrição seria uma criança “anacéfala” (isso mesmo, ainda escreveram o termo errado) que vivia bem e feliz. Pediam para compartilhar a imagem levantando a bandeira contra a votação do Supremo Tribunal Federal que acontece na próxima quarta-feira dia 11, que decidirá se mulheres grávidas de anencéfalos (termo correto) podem ou não interromper a gestação sem precisar recorrer à justiça.

Só pra refrescar a memória, a anencefalia é caracterizada pela ausência de córtex cerebral, camada externa do cérebro rica em neurônios e responsável pelas funções mais complexas do cérebro. Sem ele não há linguagem, percepção, emoção, cognição, memória. Mais.
Popularmente é denominada ausência total do cérebro e da caixa craniana. Sem cérebro não há vida. Existe no máximo o tronco cerebral que possibilita a respiração e outras funções. Quanto ao coração, um órgão relativamente autônomo, não precisa de estímulo cerebral pra bater por si só, explicando assim os batimentos cardíacos num anencéfalo.
A criança anencéfala normalmente morre durante a gestação, ou horas após o parto ou excepcionalmente alguns dias após.
Há entretanto, um caso de um bebê, uma menina que vivera 20 meses e apesar do diagnóstico inicial ter sido anencefalia, uma ressonância meses depois, constatou algumas porções do cérebro que mantinham suas funções vitais. Segundo especialistas, era um caso de encefalocele associada à microcefalia.

Mas voltando ao ponto, eu tenho a mania de fuçar e vasculhar tudo que vejo na internet antes de me posicionar sobre o assunto.

Encontrei o blog da bebê Vitória. A foto em questão não era montagem. É real. E o pior, foi usada sem autorização pra criar uma corrente tosca. Os pais deixaram a mensagem abaixo para que esta sim fosse compartilhada a fim de coibir o uso indevido da imagem.

Vitória de Cristo
Créditos imagem: Blog Amada Vitória de Cristo

Olá amigos, infelizmente alguém, sem nossa autorização, usou uma foto da Vitória com informações incorretas e promovendo de forma polêmica e sensacionalista o compartilhamento no Facebook. Ainda que esse post tenha intenção de promover a vida, e que a pessoa tenha tido boa intenção, tem também permitido comentários ofensivos e preconceituosos a uma criança (muito) especial. Por favor, não compartilhem essa corrente e peçam que deletem os comentários ofensivos a respeito onde a tenham visto. Se desejam divulgar a história dela, o melhor é compartilhar o blog – onde há inclusive um link para compartilhamento no Facebook – e onde a sua história de vida e sua deficiência são tratadas de forma séria e respeitosa, com moderação dos comentários. Por favor, compartilhem essa mensagem.

Muito obrigado,

Joana, Marcelo e Vitória

A história desse anjo é realmente incrível. Durante a gestação, ela apresentou ausência da calota craniana que resultou na inibição do desenvolvimento cerebral, porém não houve ausência “total” do mesmo como ocorre na anencefalia.
O diagnóstico atual da pequena Vitória é encefalopatia neonatal por malformação cerebral. Vocês poderão conhecer a história dela em seu blog.

Contudo, no meu entendimento, o exemplo da pequena Vitória não deve servir de exceção à regra para  inibir uma votação favorável ao aborto de anencéfalo. Vitória sorri, se movimenta e interage, logo, possui massa cerebral. A mãe decidiu prosseguir a gestação e para sua surpresa e felicidade o diagnóstico não bateu com o prognóstico.

Mas esse é o ponto. O direito da mulher decidir se quer ou não prosseguir com a gestação anencefálica. Se após exames minuciosos e isentos de dúvidas constatarem a anencefalia propriamente dita, a mãe precisa ter o direito de decidir abortar sem precisar recorrer a decisão judicial. Se ela decidir continuar, deve ser por escolha e não porque foi impedida do contrário. Sabemos que existem desfechos realmente tristes e dolorosos de mães que esperaram meses pra conseguir a autorização do aborto de um bebê indubitavelmente condenado. É isso que precisa ser mudado.

Vale lembrar que uma decisão favorável do STF não irá legalizar o aborto em seu sentido amplo, mas irá ampliar o direito ao livre arbítrio de abreviar um sofrimento futuro e inevitável.

Pra encerrar, faço um convite à leitura do texto Chega de torturar mulheres da jornalista Eliane Brum sobre o assunto ao qual concordo plenamente.

Categories: Comportamento, Tudo, Web

Sexo não é acidente

18, março, 2012 Ester Castro 1 comentário

Sexo não é acidente

Essa campanha da MTV alemã não é recente, talvez tem um ano ou mais, porém o seu recado não tem prazo de validade.
O slogan Sexo não é acidente, sempre use camisinha chama a atenção para o sexo sem juízo. Ou seja, esse papo de que “aconteceu”, “foi tão rápido que não deu tempo” e blá blá blá, é desculpa de inconsequente.
Sempre existe alguns segundos de lucidez antes do lesco-lesco pra cobrar e fazer uso do preservativo.

É isso aí! Perca o juízo, mas com juízo! :=)

Advertising Agency: Grey Worldwide, Düsseldorf, Germany
Chief Creative Officers: Andreas Henke, Sacha Reeb
Creative Directors: Moritz Grub, Regner Lotz
Copywriter: Janus Hansen
Art Directors: Alphons Conzen, Frederico Gasparian, Reto Oetterli
Illustrator: Gary Davidson
Art Buyer: Sabine Campe
Account Manager: Marco Köditz

Via e Via

Categories: Campanha, Publicidade, Tudo, Web

Pedido de casamento usando MEMES!!

24, fevereiro, 2012 Ester Castro 1 comentário
Pedido de casamento usando MEMES!!

Imagem: reprodução

Tem homens que fazem questão de ser cute. Que mulher não adoraria ou não aceitaria um pedido de casamento assim?

A princípio pensei que se tratava de um viral do restaurante Neroteca em Kuala Lumpur, onde ocorreu o fato. Talvez até tenha algum jabá embutido aí, mas quem se importa?

Pesquisando sobre o vídeo encontrei o blog do malásio Timothy Tiah, o noivo. Lá ele conta todo o processo, desde o surgimento da ideia até a sua execução.

Ele queria pedir sua namorada Shorty em casamento, mas queria que fosse algo especial. Eles não costumavam ser românticos um com o outro, mas queria algo que pelo menos a fizesse sorrir. Timothy diz que viu uma centena de vídeos no Youtube para se inspirar, inclusive os que deram errado.
Conversando com uma amiga, veio a ideia de usar esses MEMES da internet, que por sua vez ambos adoravam. Depois de tudo planejado, chegou o grande dia.

play e veja o resultado disso tudo com muito OUNNNNNNNNNNNN!

#asminapira :=)

Via

Categories: Tudo, Vídeo, Web