Arquivo

Arquivado em ‘Saúde’

Cigarro – uma ação genial nos cinemas

3, setembro, 2010 Ester Castro 4 comentários

Eis mais uma daquelas ações simples e geniais que merecem ser citadas!
A Santa Casa de Misericórdia de São Paulo lançou hoje uma campanha de alerta aos males do cigarro que será inicialmente exibida nas salas de cinema da Capital.

O filme de 1 minuto remete a ideia do quanto é ruim você ver um filme bacana e na melhor parte ele ser interrompido de forma inesperada.
É uma analogia à vida que pode ser abreviada de forma abrupta por conta de um câncer. Genial!

O filme leva assinatura da Y&R, com produção da O2 Filmes. A criação é de Leon Valente e Fábio Barbato, com direção de criação de Marco Versolato e Wilson Mateos.

Via Comunicadores

Categories: Campanha, Publicidade, Saúde, Tudo

Colírio que muda a cor dos olhos é HOAX!!

7, junho, 2010 Ester Castro 8 comentários

Iro Color Eye Drops

Eu vi que há alguns dias atrás vários blogs, sérios e famosos inclusive, postaram sobre um suposto colírio que prometia mudar a cor dos olhos.

Tratava-se do Iro Color Eye Drops e que não sei de onde tiraram que seria um produto japonês. Só porque tudo o que é bizarro quase sempre vem do oriente? rsrsrsrs
O referido produto estaria prometendo mudar a cor dos olhos instantaneamente com apenas uma gota e seu efeito cessaria após umas 12 horas.
Abaixo, até um vídeo propaganda:

Seria perfeito se fosse realmente possível, né?

Mas esse colírio que muda a cor dos olhos não existe!
Isso não passa de uma das criações do RockGRoup, uma agência de marketing criativo especializada em desenvolvimento de branding, publicidade interativa e conceitos.

Em outras palavras, trata-se de uma galera fanática por publicidade que faz campanhas sérias para clientes mega importantes, mas que também gosta de brincar com conceitos. É o caso desse bendito colírio que além do vídeo ganhou até site oficial fazendo com que muitos levassem isso a sério.
O único modo mais fácil de mudar as cor dos olhos ainda é a lente de contato. Há também o modo drástico e invasivo para os mais loucos, é claro.

Entretanto, contudo, porém, existe sim no mercado um colírio geralmente usado em pré-maquiagem para sessões de fotos (absurdo né?), que promete remover o tom amarelado do branco do olho e realçar a cor da íris. Só que isso é explicado pelo site The Beauty Brains, editado por um grupo de cientistas que esclarem dúvidas na área da estética, da seguinte forma:

Nós não encontramos nenhuma menção de qualquer mecanismo pelo qual a intensidade da cor da íris pode ser aumentada através de colírios. Assim, estamos supondo que, se o efeito de clareamento descrito acima realmente funciona, o que está acontecendo é que essas gotas aumentam a aparência da cor da íris, aumentando o contraste entre a parte branca do olho. Em outras palavras, a cor da íris aparece mais brilhante e mais profunda contra um fundo branco do que em relação a uma esclera (fundo branco) amarelada. Parece que esse tipo de alegação poderia ser facilmente apoiada em algumas pesquisas, mas não há nenhuma referência a qualquer tipo de estudos em qualquer um dos sites que nós olhamos. Leia mais…

Você pode usar um produto como colírio para “tirar o vermelho.” Mas se você realmente quiser fazer seu “branco” branco, você precisa de uma solução mais drástica, como clareamento de olho por meio cirúrgico. Leia mais…

Existe outra situação que também pode ser mencionada como exemplo, que é o efeito colateral de um colírio usado no tratamento de glaucoma. Seu uso pode alterar gradualmente a cor dos olhos através do aumento do número de melanossomas (grânulos de pigmento) nos melanócitos. (…) A alteração na cor da íris ocorre lentamente e pode não ser notada durante meses ou anos.

Anatomia do olho

Em suma, o que dá pra entender é que os olhos sim absorvem substâncias, do contrário não fariam sentido os colírios que agem como antibióticos, anti-inflamatórios ou antiglaucomatosos por exemplo, mas acreditar no que sugere o conceito do Iro Color Eye Drops seria como acreditar em gnomos no jardim…

De qualquer forma, se por ventura algum médico oftalmologista passar por aqui e quiser dividir novas informações sobre o tema, por favor sinta-se livre para usar o espaço nos comentários. Seria ótimo!
Afinal a medicina está em constante evolução e sempre surgem novidades. ;)

Dia Mundial sem Tabaco com mulheres e flores

31, maio, 2010 Ester Castro Fechado para comentários

Dia Mundial sem Tabaco

Como antitabagista confessa, não posso deixar de fazer uma menção à mais uma celebração do Dia Mundial sem Tabaco que acontece hoje.

Este ano o foco em especial são as mulheres, uma vez que a publicidade tabagista sempre tentou associar o tabaco à ideia de emancipação e independência, cada vez mais buscados e alcançados pela mulher atual. Outra questão a ser desmistificada é a associação do tabaco às imagens de beleza, sucesso, liberdade, poder, inteligência e outros atributos desejados especialmente pelos jovens.

O INCA – Instituto Nacional de Câncer optou pela utilização de flores nas peças de campanha para esta data. As flores representam proteção ao meio-ambiente, beleza e qualidade de vida, contrastando com o cigarro que representa desmatamento, envelhecimento precoce e problemas de saúde.

E já que o enfoque desse dia é a mulher, recomendo a leitura dos 8 bons motivos para você parar de fumar, texto de Isabela Leal e Ana Paula Rafanini (Revista Boa Forma) reproduzido na íntegra pelo ACT Blog (Aliança de Controle do Tabagismo).

E por falar nisso…

Desenterrando a questão da Lei Antifumo, o leitor Henrique me enviou um link com um texto curto e preciso escrito por Fernando Brandt para o ACT Blog, ao qual tomo a liberdade de transcrever aqui na íntegra:

– Eu não fumo.
Eu fumo.
– Sou totalmente a favor da lei antifumo.
Sou completamente contra a lei antifumo.
– É democrática.
É autoritária.
– Mereço respeito.
Me sinto desrespeitado.
– Eu não sou obrigado a compartilhar o vício dele.
Ele não é obrigado a frequentar o mesmo ambiente que eu.
– Por que não solta fumaça lá fora, junto com os carros?
Por que não reclama dos carros, que soltam muito mais fumaça?
– A saúde é pública.
A saúde é minha.
– Em Nova York funciona muito bem.
Duvido que vai dar certo em São Paulo.
– Pelo menos 7 pessoas morrem por dia no Brasil devido ao fumo passivo.*
– ….

Contra fatos não há argumentos.

*Fonte: INCA (Instituto Nacional de Câncer)

Categories: Campanha, Dica, Saúde, Tudo

Faça chips de batata e legumes sem fritura!!!

4, janeiro, 2010 Ester Castro 7 comentários

Eu tinha feito um compromisso comigo mesma de que após as festas de fim de ano eu iria tentar secar os cinco quilos adquiridos durante a comilança. Não parece muito mas como eu sou quase uma pintora de rodapé dentro dos meus 1,62 m, isso faz uma diferença broxante.

Só que a palavra dieta consegue ser ainda mais broxante pois implica deixar de comer o que de fato é gostoso. Quando se é glutão ou esgalopado a coisa então chega a ser uma tortura. Não que eu seja assim, enfim… :aiai:

Ocorre que na prática não precisa ser assim. Existem alternativas porretas que podem transformar, por exemplo, a batata frita que é um dos grandes vilões da boa forma, em um petisco ultra light e liberado nas dietas.

Na busca por soluções paliativas de melhorar e tornar meu cardápio mais atraente, encontrei essa vídeo-aula apresentada pela empresária Lucília Diniz ensinando a fazer chips crocantes de batatas e legumes sem fritura. Acompanhe:

A título de informação, Lucília Diniz, que já foi obesa, desenvolveu a linha GOODLIGHT e em parceria com a Nestlé, dá outras dicas como essa no site oficial do produto.

Achei no Inovavox

Categories: Culinária, Dica, Saúde, Tudo, Vídeo

Síndrome de Pica – você já teve ou sabe quem tem?

4, novembro, 2009 Ester Castro 31 comentários

Aposto que você homem logo olhou pra baixo né? Safadeeenhoheh

Geofagia - ingerir terra ou solo
Imagem: reprodução

A Síndrome de Pica é na verdade uma espécie de transtorno alimentar também conhecido como alotriofagia ou alotriogeusia e que significa tendência ou desejo incontrolável de comer coisas não comestíveis como terra, carvão, cinza de cigarro, cabelo, etc.
Também caracteriza-se pela vontade anormal de ingerir alimentos crus utilizados como ingredientes tipo farinhas, amidos ou tuberosas sem nenhuma cocção, entre outros.

O distúrbio de Pica, nome derivado do latim e de um pássaro da família dos corvos que come tudo que vê pela frente, se manifesta principalmente em crianças e grávidas. Pode estar ligado tanto à carência alimentar ou deficiência de vitaminas e sais minerais como também ao psicológico, podendo ser perfeitamente tratado.

Eis os diferentes tipos de Pica: (Okay, eu ri escrevendo isso.)

Acufagia – ingerir objetos pontiagudos
Amilofagia – comer amido (i.e. de milho ou mandioca)
Auto-canibalismo – comer partes do corpo (raridade)
Cautopireiofagia – ingerir palitos de fósforo apagados
Coniofagia – comer pó
Coprofagia – comer excremento
Emetofagia – comer vômito
Geomelofagia – comer (freqüentemente) batatas cruas
Geofagia – ingerir terra ou solo
Ctonofagia – ingerir terra ou argila (arcaísmo)
Hematofagia – comer sangue
Hialofagia -ingerir vidro
Lithofagia – comer pedras
Mucofagia – ingerir muco
Pagofagia – comer (patologicamente) gelo
Trichofagia – comer cabelo ou lã (fios ou tecido)
Urofagia – ingerir urina
Xilofagia – comer madeira
[fonte]

Que coisa não? O ser humano desenvolve cada bizarrice…


Me lembrei agora de uma sobrinha que comia cabelo quando era criança.
Qual o percentual de chance dela me mandar tomar bem no olho c* se eu disser pra ela que o que ela tinha era síndrome de pica, hein? :mmm:

Conheça também outras síndromes curiosas.

Via: O Poeta Vigilante