Arquivo

Arquivado em ‘Natureza’

Kevin Richardson – “O encantador de Leões”

26, janeiro, 2010 Ester Castro 37 comentários

Kevin Richardson

Embora não seja novidade, eu não conhecia a história de Kevin Richardson.
Não é o Kevin de Backstreet Boys tá meninas! rsrsrsrs

Trata-se do fisiologista sul-africano mais conhecido como The Lion Whisperer ou “Encantador de Leões“.

Seu primeiro contato com bichos foi aos 3 anos de idade, quando criava grilos debaixo da cama e tinha um sapo de estimação. Cresceu amando animais e ficou conhecido por isso.

Há pouco mais de 10 anos atrás, Kevin, formado em fisiologia humana, deixou de trabalhar com pré e pós-operatórios de pacientes humanos para se dedicar aos felinos. Segundo ele, o que desencadeou a decisão foi que ele chegou a conclusão de que podia confiar muito mais em um leão do que em alguém da mesma espécie. Uia, alguém se decepcionou feio ali…

Kevin passou a trabalhar desde então no Lion Park em Johannesburg onde cuida de cerca de 80 leões. Mas o que chama a atenção é que ele desenvolveu um relacionamento bem peculiar com estes felinos onde simplesmente é aceito no meio deles de tal forma que pode literalmente deitar e rolar com eles como se fossem bichinhos de pelúcia. Ele também cuida e se relaciona bem com hienas, guepardos e panteras, mas os leões são os seus preferidos.
Por conta disso já fez inúmeros documentários para a National Geographic e outros canais de TV, além de vários comerciais.

É claro que ele não é um louco completo alegando que segue seus próprios instintos e consegue sentir quando o animal não está pra brincadeira e portanto não se aproxima. Garante que consegue identificar a personalidade de cada um deles sabendo o que os deixa bravos, felizes, tristes e irritados.

Eu não uso varas, chicotes ou correntes, apenas paciência. Isto pode ser perigoso, mas é uma paixão pra mim, não um trabalho. Disse ele numa entrevista ao Daily Mail

O internauta Fabricio Soares Bressan me enviou um vídeo belíssimo (obrigadaaaa!) editado por ele mesmo com alguns dos melhores momentos de Kevin Richardson junto com seus chaninhos. Confira!!


” Musica: Wonderful Africa Chill ”

Impressionante pra não dizer emocionante, né não? É incrível como de fato ele demonstra amor pelos bichos.

Atualmente Kevin está trabalhando como produtor num projeto iniciado há quatro anos chamado White Lion.
É um filme tipo documentário com previsão de lançamento para fevereiro de 2010 que conta a trajetória de um genuíno leão branco, “Letsatsi”, desde o seu nascimento até se tornar adulto.

Leitura suplementar:

Perfil no Facebook
Página oficial: The Lion Whisperer
Página oficial: White Lion Movie (veja o trailer)

Categories: Gente, Mundo, Natureza, Tudo, Vídeo

Plane Stupid e sua campanha estúpida

23, novembro, 2009 Ester Castro 4 comentários

planestupid
“Avião Estúpido
Trazendo a indústria da aviação de volta para a terra!”

Eu concordo que campanhas e ONGs voltadas e engajadas na luta pela preservação do meio ambiente são necessárias e válidas.
Mas por outro lado existem também os extremistas que na sede de buscar a solução, perdem o bom senso.

Veja o caso do grupo europeu Plane Stupid que tá fazendo barulho pra barrar a expansão da aviação. O objetivo básico deles é acabar com vôos curtos, impedir a ampliação de aeroportos e propagandas de aviões e ainda conseguir uma justa transição para trabalhos e transportes sustentáveis.

A alegação? Segundo eles, a alta contribuição da aviação para o aquecimento global que se resume no slogan final do vídeo abaixo, tão estúpido e perturbador quanto o projeto em si.

“Um vôo europeu comum produz mais de 400kg de gases estufa por cada passageiro…
este é o peso de um urso polar adulto.”

Precisa disso tudo? Acho que não.
Sou a favor de campanhas que chocam desde que sem apelar.

E também sou da opinião de que regredir não é o caminho pra conter a devastação do planeta. É preciso fazer uso das tecnologias para buscar e encontrar meios sustentáveis que possibilitem a coexistência entre progresso e meio ambiente.
Preservar o planeta sim, radicalizar e querer barrar o progresso, não.

Via Comunicadores

A lagartixa que morreu pela boca, literalmente…

19, agosto, 2009 Ester Castro 65 comentários

A lagartixa que morreu pela boca, literalmente...

Ontem eu passei parte do dia na casa da minha mãe e então ela me chamou dizendo que tinha algo interessante que talvez eu pudesse colocar no blog.
Bom, só o fato dela se interessar em arranjar “assunto” pra publicar já foi MARA!!! hauahauahauahauahaua

Ocorre que no canto do muro da casa dela havia uma lagartixa com uma aranha na boca, ambas mortas há alguns dias mais precisamente desde o último sábado e preservadas na posição exata do momento da caça. A lagartixa permanecera presa ao muro na posição vertical pelas ventosas de suas patinhas como se fosse um ímã de geladeira.

Claro que achei isso curioso! A aranha, que aliás não faço ideia de qual espécie seja, provavelmente deve ter tido peçonha suficiente para fulminar a lagartixa no momento em que foi abocanhada. Achei intrigante porque do modo como estão, não houve tempo para que a lagartixa pudesse se debater e cair da parede ou mesmo terminar de fazer sua refeição fatal.

Tirei algumas fotos que não ficaram muito boas mas valeram para o registro. Clique em “saber mais” pra conferir! ;)

LEIA MAIS…

Sandálias de pneu reciclado!

5, junho, 2009 Ester Castro 8 comentários

Goóc - Sandálias de Pneu Reciclado

De vez em quando a gente recebe e-mail merecendo realmente que seja botado reparo. E como eu achei o propósito mega bacana e tudo a ver com o interesse coletivo, não pensei duas vezes em falar sobre.

Fiquei conhecendo a Goóc, uma empresa que abraçando e tendo como prioridade a ideia de desenvolvimento sustentável, cria produtos a partir de material reciclável em especial as sandálias de pneus.

No Brasil são consumidos mais de 30 milhões de pneus por ano e, em média, cada brasileiro consome um pneu a cada cinco anos, o que gera um grande acúmulo desse material inutilizado no ambiente. A Goóc quer garantir que o Brasil seja referência na produção de calçados de pneu reciclado, tendo em vista que cada pneu reciclado dá origem a cinco pares de sandálias.
O foco da empresa é incentivar os brasileiros a desenvolverem o hábito do consumo consciente, sem deixar de pensar em produtos bonitos e confortáveis.

Vale lembrar que um pneu demora cerca de 700 anos para se decompor, o que torna o conceito de sua reciclagem extremamente válida para não dizer necessária.  A empresa já reciclou desde 2004, ano de sua fundação, mais de 2 milhões de pneus!!! É mole?

A Goóc lançou o Projeto 2014, cuja missão é conscientizar as pessoas de que usar produtos de material reciclado é uma forma de ressarcir a natureza pelos danos causados, objetivando tornar o Brasil referência mundial em SPR – Sandália de Pneu Reciclado.
Dá só uma olhada nas sandálias e veja como são charmosos os modelitos produzidos para ambos os sexos.
Isso é “matar dois coelhos com uma cajadada só”: estar em dia com a moda e com o meio ambiente! :=)

Ah!!! Outra coisa legal que eu achei na página da Goóc, aliás bem apropriado para o Dia dos Namorados que está chegando, é o Bosque dos Namorados, um hotsite interativo onde o internauta clica num pneu para transformá-lo em árvore virtual e entalha uma mensagem para a pessoa amada! Bacana né?

E por falar nisso…

Hoje é celebrado o Dia do Meio Ambiente, data criada pela Assembléia Geral das Nações Unidas e comemorada desde 1972. A cada ano é escolhido um tema pertinente para ser abordado e este ano é “Seu Planeta Precisa de você, Unidos para combater as Mudanças Climáticas”.
E para dar a sua contribuição, a agência DM9DDB criou o Projeto 09, que incentiva o uso de transporte alternativo neste dia.

Ao invés de criarmos somente um anúncio para comemorar a data, unimos esforços para criar um projeto multiplataforma que impactasse e propusesse um engajamento em favor do meio ambiente”, afirma a diretora de Criação, Renata Florio. “
Como dizemos nas peças criadas, não é preciso inventar coisas mirabolantes para ajudar o planeta, basta se ater ao simples”, completa Rodrigo Almeida.

A DM9DDB também criou uma ação para a  WWF-Brasil e para o jornal paulistano Destak para comemorar a data. Trata-se do Menos Duas Páginas onde o respectivo jornal deixou de publicar duas páginas em sua edição impressa, economizando com isso 150 mil folhas de papel. Esse número equivalente a quantidade diária de publicações.

Taí! Palmas pela iniciativa! Ponto pra eles. ;)

Ecotelhados e bombas ecológicas

27, maio, 2009 Ester Castro 8 comentários

A edição de maio da National Geographic traz uma matéria fantástica sobre  telhado ecológico que achei interessante comentá-la aqui.

telhado
Prefeitura de Chicago
Foto de Diane Cook e Len Jenshel

O telhado ecológico, ecotelhado, biocobertura, telhado vivo ou ainda telhado verde poderia ser de fato uma alternativa em potencial para uma infinidade de problemas nos grandes centros urbanos.
Ao que consta os benefícios vão desde a diminuição da temperatura ambiente, da redução de escoamento das águas pluviais evitando assim o transbordamento nas redes de esgoto  até a atuação na acústica diminuindo os ruídos das cidades. Sem falar que plantas são filtros naturais e ajudariam a melhorar a qualidade do ar.

Esse conceito não é novo. Eu mesma já havia lido sobre isso em sites estrangeiros mas o fato é que só recentemente o sistema se tornou tecnicamente viável. Países como a Alemanha, Suíça e Áustria já tornaram o uso do ecotelhado obrigatório em telhados que possuem uma inclinação favorável.

Mas o que me deixou surpresa foi saber que a prefeitura de São Paulo também possui uma biocobertura, que diga-se de passagem, é linda, sendo o maior telhado verde da capital! Veja o vídeo da National Geographic mostrando.
Achei que esses telhados ainda não fossem usados por aqui. É bem provável que existam mais por uma questão estética do que pelo seu real benefício…

E por falar nisso…

seebomb

Outra ideia fantástica embora ainda conceitual que eu vi no blog EcoNight, é a “bomba ecológica” ou SeedBomb, projeto vislumbrado por Hwang Jin Wook que poderia ser a solução para áreas devastadas pelo desmatamento.
As bombas espalhariam cápsulas biodegradáveis contendo sementes que encontrariam nelas condições perfeitas para germinar e se desenvolver até se agregarem sozinhas ao solo para crescer e gerar frutos normalmente.

Como vemos, ideias e projetos para melhorar a vida do planeta é o que não faltam. Pena que não lhes são dados a devida atenção e  que dependam de um pequeno detalhe para se concretizarem: dinheiro. :|