Arquivo

Arquivado em ‘Informação’

A verdadeira origem do logotipo do Firefox

7, janeiro, 2011 Ester Castro 6 comentários

Firefox logo evolution

Muito já foi especulado a cerca do animal estampado no logo do navegador Firefox. Afinal é um panda-vermelho ou uma raposa?
Acertou quem apostou na raposa, mas de uma certa forma tem um pouco dos dois. Explico.

Bom, tudo começou lá pelo final de 2002 quando o navegador foi lançado com então nome de Phoenix. Quase um ano depois passou a ser chamado Mozilla Firebird. Só que por questões óbvias, o Firebird, um sistema de gerenciador de banco de dados já existente, bateu de frente por conta do uso do nome. O navegador foi forçado a mudar novamente o nome em 2004, para o atual Mozilla Firefox. Trocaram apenas o pássaro por raposa, porém tratava-se de um nome igualmente único no mercado.

Por que Firefox?
É semelhante ao Firebird. É fácil de lembrar. Parece uma boa idéia. É único. Nós gostamos. E nós não fomos capazes de encontrar qualquer outro projeto ou empresa, mesmo remotamente semelhante a um navegador da Web que usa o mesmo nome.

Coincidentemente, “firefox” é como também é conhecido o panda-vermelho, embora o animal representado no logo seja de fato uma raposa.

Origem do logotipo do Firefox

O ícone na verdade, vejam só, foi inspirado em uma ilustração de um livro bíblico. Era de uma história em que Sansão se vingava dos Filisteus porque um deles havia tomado sua mulher como esposa. Então Sansão teria soltado várias raposas presas a cordas em chamas pela lavoura dos Filisteus, que acabou sendo destruída pelo fogo.

O conceito do atual logotipo do Firefox foi desenhado por Stephen Desroches e renderizado por John Hicks.

O animal mostrado no logotipo é uma raposa estilizada, embora “firefox” ser considerado um termo comum para o panda-vermelho. O panda, de acordo com Hicks, não evoca a imagem correta, além de não ser muito conhecido.

Resumo da ópera.
O animal no logo do Firefox é uma raposa e de panda-vermelho mesmo, só o nome emprestado ao navegador.

Você sabia disso? :8:

Fontes: Thinsmek, Mozilla, Logo Maker, HicksdesignWikipedia

E por falar nisso…

Bebês “firefox” cometendo excessos de fofura. Just for fun. :D

As semelhanças entre os logotipos dos eventos esportivos com as obras de Henri Matisse

2, janeiro, 2011 Ester Castro 4 comentários
Logo do Rio 2016 e sua semelhança com o logo da fundação Telluride

Logo do Rio 2016 e sua semelhança com o logo da fundação Telluride

Mal foi lançado o logotipo Rio 2016, criado por Fred Gelli da agência Tátil Design, que começam a minar especulações (ou quem sabe constatações) sobre a sua criação não ser original.
Fred admite a semelhança com o logo da fundação americana Telluride mas nega que seja plágio. Ele alega que por representar um ato universal como dar as mãos e dançar, é natural que o referido logo levante polêmica e comparações.

Mas muito antes de um alegar cópia do outro, quem na verdade foi o grande plagiado em questão é o pintor e escultor francês Henri Matisse (1869-1954).
Alguém aí discorda?

Dance II, 1909-10 - Henri Matisse

Dance II, 1909-10 - Henri Matisse

E tem mais.
Curiosamente essa não teria sido a primeira coincidente semelhança com as obras do autor.
Se você botar reparo no logo do Rio 2007 e da Copa 2014, irá descobrir de cara a origem de tanta inspiração como bem lembrou a blogueira Daniela Name. Não é um espanto?
Portanto se alguém estiver sendo vítima de plágio, este alguém parece ser mesmo Henri Matisse. Basta dar uma olhada na galeria de suas obras.

Eu sei que a velha máxima do “nada se cria, tudo se copia” é um fantasma entre aqueles que produzem arte e conteúdo, mas se o indivíduo admira ou se inspira em algo, por que não deixar claro isso em sua criação?

Parece ser mais doloroso ter que admitir que não criou algo do zero do que sofrer a vergonha de ser acusado de plágio. Como as pessoas são complexas… ou então burras mesmo!

Via Globo.com e Daniela Name

Categories: Informação, Notícia, Tudo

Infarto já não é mais doença exclusiva de idosos!

28, dezembro, 2010 Ester Castro Fechado para comentários

Houve um tempo em que o infarto era associado às doenças senis, muito embora a doença não escolha idade. Mas era de fato muito mais comum vitimar um avô ou um tio de mais idade do que o garotão esportista.

Infarto
É a necrose (morte) de uma parte do músculo cardíaco causada pela ausência da irrigação sanguínea que leva nutrientes e oxigênio ao coração. É o resultado de uma série complexa de eventos acumulados ao longo dos anos, mas pode ser caracterizado pela oclusão das artérias coronárias em razão de um processo inflamatório associado à aderência de placas de colesterol em suas paredes. O desprendimento de um fragmento dessas placas ou a formação de um coágulo de sangue, um trombo, dentro das artérias acarretam o bloqueio do fluxo de sangue causando sérios e irreparáveis danos ao coração (necrose do músculo cardíaco).

Só que hoje em dia esse quadro mudou.
Está sendo cada vez mais comum os casos de infartos atípicos, como são chamados os infartos que acometem adultos jovens abaixo dos 40 anos, e que não são provocados pelas formas tradicionais de um infarto, como as obstruções por placas de gordura ou trombos.
O infarto atípico decorre de uma constrição da artéria, ou seja, ocorre um estreitamento brusco da artéria provocando a obstrução. Em outras palavras, é um infarto que independe dos conhecidos fatores de risco como obesidade, cigarro, diabetes, hipertensão, colesterol alto, herança genética, etc.
As causas podem ser originadas por estresse, depressão, uso de anabolizantes, drogas ilícitas e afins.

Abaixo, um link te levará à uma simulação em flash dos três tipos de infarto:

Clique na imagem e espere carregar o flash

Contudo, os adultos jovens, incluam aí também os adolescentes, estão cada vez mais predispostos aos riscos de um infarto tradicional.
Excesso de peso, cigarro, sedentarismo e péssimos hábitos alimentares estão levando jovens a se tornarem hipertensos e diabéticos, que por tabela acabam desenvolvendo doenças cardíacas.

Eu tenho acompanhado isso de perto.
Como já sabem, meu marido é cardiologista e há um mês estou trabalhando com ele na realização de eletrocardiogramas de repouso e esforço, colocação de holters e mapas cardíacos em seus atendimentos na rede pública de cidades vizinhas.
É alarmante como é grande o número de homens e mulheres acima do peso quase sempre fumantes, inclusive muito mais jovens que eu, e que desenvolveram problemas sérios de pressão alta ou diabetes por conta da condição física.

E vai mais um alerta:

O infarto em pessoas de meia idade ou mais jovens mata mais do que em idosos. Tal fato é comprovado e a explicação é simples: a aterosclerose, acúmulo de placas de gordura (ateromas) na parede das artérias, é tanto mais prejudicial quanto mais jovem for o indivíduo, pois este ainda não desenvolveu a chamada circulação colateral, mecanismo de defesa que o organismo cria ao longo do tempo contra os ateromas. Trata-se de pequenos vasos sanguíneos que crescem ao redor dos grandes, formando canais de escoamento. Nos jovens, esses caminhos alternativos ainda não existem, portanto os infartos lhes são mais graves. [Leia mais…]

Acredito que falta informação na mídia. É preciso fazer um alerta contundente sobre os hábitos destes jovens e as consequências reais da péssima postura que quase sempre já vem de berço.

No interior, os mais antigos vangloriam o garoto parrudinho e o modo como “come bem”, que no real sentido da coisa significa comer muito. E nos grandes centros a coisa não difere. Fast foods, frituras e porcarias calóricas já se tornaram cardápios endêmicos entre boa parte da população. O resultado: jovens morrendo do coração no sentido triste e literal do termo.

É isso aí queridos! Muita atenção com o peso e a saúde. Vamos cuidar do cuore, ok! ;)

Via Minha Saúde, Portal da Educação Física, Dr. Marcelo Ferraz Sampaio

Categories: Informação, Saúde, Tudo

Tadinhos dos políticos desse país com a mixaria de seus salários…

17, dezembro, 2010 Ester Castro 6 comentários

E o salário ó!
E o salário ó!

Realmente não dá pra ter uma vida digna com os míseros R$ 12 mil ou R$16 mil  recebidos até então por deputados estaduais e federais respectivamente. Afinal eles trabalham tão árduamente para melhorar este país dando o sangue para que o brasileiro possa ter um futuro melhor, sendo mais do que justo que se autoconcedam um aumento salarial de 61,8%, não é mesmo????

NOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOTTTTTTT!!!!!

Pois é meus queridos. Como é de praxe em último ano de mandato, os digníssimos senhores congressistas correram contra o tempo para aprovar no último dia 15 em caráter de urgência, um projeto que aumenta (de novo) os seus próprios salários. Essa pressa toda se deve porque por disposição legal não lhes é permitido pleitear aumento na mesma legislatura, então é preciso que votem e aprovem o reajuste que passa a vigorar no mandato seguinte.

Isto posto, os salários de presidente e vice-presidente da República, ministros de Estado, senadores e deputados, que estes passarão a receber a partir do ano que vem, será algo em torno de R$ 26 mil, FORA OS BENEFÍCIOS, alcançando o mesmo patamar dos vencimentos dos ministros do STF. Ou seja, todo mundo vai ganhar igualzinho pra não ter invejinha.

Vale lembrar que esse aumento gera um efeito cascata, pois como prevê a lei (ah de novo essa lei tão benevolente…), deputados estaduais tem direito de receber o equivalente a 75% do salário de um deputado federal e no âmbito municipal, apesar do reajuste levar em conta o número de habitantes, pode ser fixado entre 20% e 75% sobre os rendimentos de um deputado estadual.
Essa proeza toda vai custar aos cofres públicos cerca de 2 bilhões de reais ao ano!!!

Brasilzão tá podendo né? E de onde vão tirar a diferença pra cobrir o rombo? Hein? Hein?

Agora tentem voltar uns 4 anos no tempo quando a Transparência Brasil publicou um estudo comparativo dos custos do Congresso Nacional com os de países como Alemanha, Argentina, Canadá, Chile, Espanha, Estados Unidos, França, Grã-Bretanha, Itália, México e Portugal. E adivinha qual país gastou mais com seus políticos???

E se na época cada deputado custava, entre vencimentos pessoais, verba de gabinete, auxílio-moradia, passagens e outras despesas, em média R$ 99.467 por mês aos cofres públicos, agora então nem se fala. Vão nadar de braçada em nosso mar de vergonha.

Os salários dos políticos já eram por si só um acinte e esse aumento então é a ofensa das ofensas…

Enquanto isso, professores e policiais, duas das áreas que no meu entendimento deveriam estar entre as mais bem remuneradas desse país, continuam recebendo muito aquém do que merecem.

Esse é o nosso Brasil, democrático que é, possuindo uma isonomia salarial tão real quanto o histórico escolar de Tiririca.

Fontes: Congresso em Foco, O Globo e IG

Violência contra mulher – A campanha é gringa, mas o problema é geral!

22, novembro, 2010 Ester Castro 6 comentários

The Hotline

Engana-se quem pensa que a violência contra mulheres seja apenas uma questão nacional ou de países subdesenvolvidos. O problema é geral e o que é pior, só vem se agravando.

The Hotline, um site americano de apoio às mulheres que sofrem violência doméstica lançou um vídeo de alerta cuja linguagem é universal. Faz lembrar, por mais que seja difícil de aceitar, que as agressões dificilmente irão parar e acontecerão de novo. É preciso buscar ajuda o quanto antes.

No Brasil, os dados são assustadores. Queixas de violência contra a mulher aumentam 112% em 2010 e a maioria delas vem de mulheres entre 25 e 50 anos. Porém, se por um lado fica implícita a violência, por outro lado esse aumento de queixas leva a crer que estas mulheres estão buscando ajuda.

E isso graças a Lei Maria da Penha criada em 2006 que entre várias disposições, prevê maior rigor nas punições contra o agressor. E a aplicação dessa lei não depende de queixa formal para ser executada. Uma simples denúncia já basta para que o agressor seja punido conforme a lei.

Denunciar pode não só salvar uma vida, mas trazer de volta a dignidade.

Via Comunicadores