Arquivo

Arquivado em ‘Dica de Filmes’

Christopher Nolan fecha trilogia de Batman com chave de ouro!

July 31st, 2012 Ester Castro 2 comentários

batman3 Christopher Nolan fecha trilogia de Batman com chave de ouro!

 

Christopher Nolan resgatou a dignidade do homem-morcego tão deteriorada em filmografias anteriores.
Tim Burton tentou por duas vezes e Joel Schumacher fracassou mais ainda. Todos tiveram um ar de escracho e nem de longe conseguiram um Batman que pudesse ser levado a sério. Sim, até mesmo a vida de um personagem de quadrinhos merece ser levado a sério quando decidem representá-lo no cinema. E Nolan provou que não estava de brincadeira com o primeiro e sombrio Batman Begins.

O Batman de Nolan tão bem representando por Christian Bale, fez a gente amar morcegos. Fez a gente andar no escuro sem ter medo de “chamar” a testa na quina do armário. Fez a gente se arrepiar e falar palavrões como um filho sem mãe. Foi perfeito do início ao fim, conseguindo nos envolver de forma avassaladora em meio a tramas e vilões peculiarmente revividos no jeito Nolan de ser. E não me canso de lembrar o meu preferido e melhor deles, o Coringa de Heath Ledger que a gente amou de forma insana, embora como vilão, merecesse nosso repúdio. Ledger apenas corroborou para que eu elegesse como meu preferido, The Dark Knight, o segundo filme da trilogia. Falei sobre aqui, aqui e aqui.

The Dark Knight Rises, último filme da série, seguiu como deveria seguir. Não se viu tanta ação como se viu nos dois primeiros filmes, mas foi o que poderíamos esperar de um Batman cansado e machucado por dentro e por fora. O melhor do filme não foi a voz gutural do vilão Bane, as curvas de Selina, diga-se de passagem a melhor mulher-gato já vista até então, e nem mesmo as pouquíssimas aparições, ainda assim de tirar o fôlego, de Batman em seus veículos turbinados.
O melhor foi o fim… de um começo que ganhou aplausos, inclusive os meus, assim que tela escureceu.

Nolan encerrou uma trilogia perfeita com chave de ouro e com a superioridade e o requinte de um trabalho bem feito. Conseguiu deixar o gostinho de que se quer mais, vai ler gibi!!!!

Alguns filmes que andei vendo e recomendo…ou não (42)

theintouchables Alguns filmes que andei vendo e recomendo…ou não (42)O meu respeito e o meu amor por filmes estrangeiros aumenta cada vez mais. The Intouchables (2011), um filme francês baseado numa história real com nota 8.5 no IMDb, só faz confirmar isso.
Pra você ver como existem histórias de vida incríveis por aí que na mão de um bom roteirista, diretor e ótimos atores, podem virar filmes memoráveis.
Ah, mas o que pode haver de memorável num filme sobre alguém cuidando de um tetraplégico?
Simplesmente assistam, se emocionem e riam e gargalhem gostoso com as tiradas bem humoradas em atuações inebriantes. Simples e fabuloso.
Que filme incrível! Que história linda!
FIL-MA-ÇO!! Foi pra lista como um dos melhores filmes que já vi!
Título em português: Os Intocáveis (na falta do português, vai a tradução ao pé da letra)
Trailer

♦♦♦♦

 

warworse Alguns filmes que andei vendo e recomendo…ou não (42) War Horse (2011) esteve entre os indicados ao Oscar de melhor filme este ano. Claro que não foi páreo para o The Artist, mas não merece ser deixado de lado.
Com uma nuance lúdica, típica dos filmes de Steven Spielberg, este filme tem como protagonista um cavalo que através de um ótimo trabalho da direção, o transformou num “ator” expressivo, espirituoso e convincente. Me fez lembrar Spirit, aquela animação gostosinha da DreamWorks de uns dez anos atrás.
É um filme bem gostoso pra ser visto no conforto da sua sala. Assim ninguém precisará ver você chorando. Sim, eu chorei baldes… icon razz Alguns filmes que andei vendo e recomendo…ou não (42)
Título em português: Cavalo de Guerra
Trailer

♦♦♦♦

 

crazystupidlove Alguns filmes que andei vendo e recomendo…ou não (42) Fala a verdade, quem não gosta de uma boa, eu disse BOA, comédia romântica?
Crazy, Stupid, Love (2011) pode perfeitamente entrar pra lista.
Se bem que eu sou suspeita pra recomendar um filme que tem no elenco o impagável Steve Carell (adooooro!) e o lindo de morrer Ryan Gosling. Só por eles já vale qualquer roteiro. Sou fã dos dois.
Este é mais um filme sem nada demais, porém delicioso e divertido.
Agora a melhor parte do filme (vc pode ver no final do trailer) é quando a Emma Stone solta um “Seriously? It’s like you’re photoshopped!“. Vocês vão entender hauahauahauahaua
Título em português: Amor a Toda Prova
Trailer

 

♦♦♦♦

 

youngadult Alguns filmes que andei vendo e recomendo…ou não (42)Eu gosto pra caramba da Charlize Theron. Ela não é só linda, mas uma atriz extraordinária. Eu só não entendo como uma atriz do naipe dela, aceita atuar num lixo de roteiro como o de Young Adult (2011).
Sério, me deu gastura de ver uma mulher tão bonita e tão desestruturada emocionalmente ao ponto de não conseguir construir ou reconstruir sua própria vida. Aí paga de chupim e quer a vida dos outros, sabe?  É do tipo que se acha o centro de tudo e que tudo deve ser como ela quer e na hora que quer, do contrário, dá-lhe cachaça!
Achei o filme altamente deprimente e ainda por cima, tem um final idiota.
Ô filme ruim da peste!
Título em português: Jovens Adultos
Trailer

 

♦♦♦♦

 

Nota: Com relação as dicas dos filmes, quero deixar claro que não é tentativa de resenha, não vou colocar ficha técnica (já deixo link direto para o IMDb) e nem pretendo fazer spoiler. São recomendações simples que carregam a minha visão e opinião diante dos mesmos e que passo adiante como se falasse à amigos.

Não deixe de ver mais dicas de filmes!

 

Categories: Dica de Filmes, Filme, Trailer, Tudo

Alguns filmes que andei vendo e recomendo…ou não (41)

March 11th, 2012 Ester Castro 6 comentários

theartist Alguns filmes que andei vendo e recomendo…ou não (41) Fiquei muito curiosa pra ver um filme mudo em preto e branco feito nos moldes da década de 20, que este ano ganhou o Oscar juntamente com o prêmio de melhor ator para o protagonista Jean Dujardin. Eis que então eu vi The Artist (2011)
Bom, e depois de ver ele e ter visto o excelente Hugo, achei que Hugo (entre todos os indicados que vi) de fato deveria ter levado a estatueta, pois foi lindo, brilhante e emocionante.
The Artist também é lindo e conta com maestria em meio a um romance, a transição entre o fim do cinema mudo, o início do falado e o boom dos musicais, em especial a dança e o sapateado. Cheguei a me lembrar de Fred Astaire. Mas talvez seja só por isso que tenha sido vencedor. Um filme altamente nostálgico realmente agradaria a Academia com sua maioria conservadora.
Contudo é um filme que vale ser visto sem dúvida! Vejam sem preconceito. Uma aula de talento e de cinema.
Título em português: O Artista
Trailer

♦♦♦♦

thechaser Alguns filmes que andei vendo e recomendo…ou não (41) Volta e meia acabo vendo um filme coreano. Não adianta. Aprendi a gostar e não tem mais volta. Como já disse outras vezes, o mix de sensações que estes filmes passam é contagiante. Não importa o gênero, eles possuem um feeling que muitos dos demais não tem.
The Chaser (2008) já está aí há algum tempo e não merece ser deixado no limbo. Um drama policial de nota 7.9 (yep!) no IMDb que possui uma trama clichê, mas com um roteiro pronto pra te deixar perplexo em algum momento crucial. Um ex-policial atuante no underground da cidade tem seu caminho atravessado por um serial killer. A partir daí tudo pode acontecer e realmente acontece. Filme pra lá de angustiante e eletrizante. Recomendo com afinco.
Título em português: O Caçador
Trailer

♦♦♦♦

drive Alguns filmes que andei vendo e recomendo…ou não (41) Antes, só pra constar, o primeiro game da série Driver lançado em 1999 foi inspirado em um filme de 1978. E por tabela, este Drive (2011) foi inspirado em ambos. É outro filme thriller com notaça no IMDb. Ele traz o lindo Ryan Gosling, que em 2004, foi escolhido pelo diretor do ótimo The Notebook por, pasmem, não ser bonito e nem ter naipe de galã. Herege esse diretor, não?
Ele faz um cara modafóca no volante que ganha uns extras dirigindo pra gente da pesada. Um filme denso que mescla boas cenas de ação e violência com diálogos longos que se contrapõe ao jeito silencioso e intrigante do protagonista. E por falar em game, achei que o filme tinha bem um Q de GTA…
Altamente recomendável pra quem gosta do gênero.
Título em português: Drive
Trailer

♦♦♦♦

Nota: Com relação as dicas dos filmes, quero deixar claro que não é tentativa de resenha, não vou colocar ficha técnica (já deixo link direto para o IMDb) e nem pretendo fazer spoiler. São recomendações simples que carregam a minha visão e opinião diante dos mesmos e que passo adiante como se falasse à amigos.

Não deixe de ver mais dicas de filmes!

Categories: Dica de Filmes, Filme, Trailer, Tudo

Alguns filmes que andei vendo e recomendo…ou não (40) – Especial

October 4th, 2011 Ester Castro 6 comentários

How many minutes did you cry?
__How many MINUTES? I think it took me a good 3 WEEKS to recover from this movie.
(Comentário feito no IMDb)

tumulodevagalumes2 Alguns filmes que andei vendo e recomendo…ou não (40) – Especial

 

Meu marido me indicou o Grave of the Fireflies (Túmulo de Vagalumes), uma animação japonesa feita em 1988, com nota 8.4 no IMDb e que o teria feito chorar copiosamente (o Dr. Kildare, um homem de 1,90 de altura) quando a viu anos atrás.
Bom e como eu sei que é perfeitamente possível chorar em animações (fiz isso a rodo no final de Toy Story 3), segui a dica e me lasquei. Inundei sala.

Pra começar, o filme foi produzido pelo Estúdio Ghibli fundado pela lenda viva Hayao Miyazaki em conjunto com Isao Takahata, que por sua vez dirigiu e escreveu o roteiro inspirado no romance semi-autobiográfico de Akiyuki Nosaka. Ou seja, o anime faz uma ode às experiências que Nosaka teve durante a Segunda Grande Guerra. O que você vê no filme tem uma relação intrínseca com os fatos que assombraram a sua vida naquela época, às quais ele se culpa até hoje.

Os protagonistas, os irmãos Seita e a pequena Setsuko, uma garotinha (pronto, só de lembrar dela já marejei os olhos…) muito fofa que vê em seu único irmão, um porto seguro em meio a tragédia.

tumulodevagalumes1 Alguns filmes que andei vendo e recomendo…ou não (40) – Especial

Túmulo dos Vagalumes é uma obra de arte. Conseguiu extrair a desolação que uma guerra provoca juntamente com a verdade torpe que rescende do ser humano em meio ao caos. A humanidade, a piedade e a compaixão simplesmente vão embora com a necessidade e o medo. A razão dá lugar ao instinto e o amor ao próximo perde lugar para a fome.

O filme é triste do início ao fim. Mas tem um momento em que a emoção irrompe no choro de vez. Como é possível desenhos agregados de cor e movimento passar tanto sentimento? Repito. Arte!
Chegaram a fazer o filme versão live action em 2008, mas há quem diga que nem de longe se aproxima do original animado. Já este transborda toda aquela magia poética típica das animações orientais. É notório todo um cuidado com os detalhes e o lirismo que são observados nas produções de animes.
A dubladora que fez a voz de Setsuko tinha apenas cinco anos na época. Talvez isso tenha ajudado a coroar esse trabalho estupendo e comovente.

Quem puder, assista!! Pra sentir na alma e não tenha vergonha de chorar… muito!!

Alguns filmes que andei vendo e recomendo…ou não (39)

September 12th, 2011 Ester Castro 1 comentário

orphan Alguns filmes que andei vendo e recomendo…ou não (39)Quando eu comecei a ver Orphan (2009), pensei putz, não me diga que é um daqueles filmes do Sam Raimi? Ufa, felizmente não era e aquele início foi devidamente explicado depois.
E a trama segue do jeito que a gente gosta, fazendo sentido e te prendendo a cada cena. A peça chave é a xará Esther. Quem em sã consciência, ao optar por adoção, não se renderia aos encantos de uma doce menina talentosa, educada e com um lindo nome? Rá! E ela sabe mesmo como conquistar pais adotivos sendo a criança perfeita que toda família quer. Pronto. Está formado o pano de fundo para um suspense daqueles beeeem tensos, afinal mistério e uma linda criança vão além de uma combinação perfeita para filmes do gênero.
Tão angustiante quanto arrepiante. Eu gostei!
Título em português: A Órfã
Trailer

♦♦♦♦

thor Alguns filmes que andei vendo e recomendo…ou não (39) Em primeiro lugar, que rei do trovão é esse santa Cher?
Vamos combinar que o tudo de lindo Chris Hemsworth ficou uma caracterização perfeita de Thor (2011). E não falo só da beleza. Ele soube dosar bem a arrogância e a petulância bem característica desse super-herói da Marvel.
O elenco é show com uma menção honrosa para o fodáximo Anthony Hopkins que também casou perfeitamente como o grande Odin. Tudo bem que o roteiro é bem curto e grosso, mas a fotografia e os efeitos especiais ficaram muito massa.
Um filme divertido como os filmes de super-heróis devem ser. Eu sei que a crítica andou detonando, but who cares, curti!
Título em português: Thor
Trailer

♦♦♦♦

x men Alguns filmes que andei vendo e recomendo…ou não (39) E falando em filme de super-herói, eu botei muita expectativa em X-Men First Class (2011) e contava os dias para poder conferir esse prequel. Só que eu não sei, vocês vão me trucidar, mas não sei se é porque botei fé demais ou se é pela previsibilidade de todo prequel, eu não me empolguei tanto assim não.
Sim, tiveram ótimas cenas, principalmente as que envolviam Magneto, o melhor do filme na minha opinião, embora o meu mutante preferido seja Wolverine, que neste início faz apenas uma aparição relâmpago.
Não consegui evitar a comparação da Mística Jennifer Lawrence, que embora estivesse representando a mutante ainda jovem e passaria ainda por poucas e boas, senti falta daquela frieza e inércia da Mística Rebecca Romijn, que era de fato perfeita.
Acho que o problema foi esse, mania de comparar. Mas tirando isso, é um filme excelente e merece atenção sim!
Título em português: X-Men: Primeira Classe
Trailer

♦♦♦♦

winwin Alguns filmes que andei vendo e recomendo…ou não (39) Bom e se você gosta daquelas comédias soft que não só divertem, mas também ensinam, você vai gostar de Win Win (2011).
Tem o ótimo Paul Giamatti no papel de um advogado honesto. Significa? Muito trabalho, pouca grana e contas vencendo.
O filme levanta várias questões. Toda ação tem uma reação e a gente sabe que o que vem fácil, vai fácil. Existem outros meios, que não sejam escusos, de driblar os problemas. Outra coisa é o quão negativa é a falta de presença, de amor e de apoio. Uma pessoa pode ser um tudo ou um nada, apenas dependo disso.
É um filme bem gostosinho, bom pra relaxar e claro, refletir.
Título em português: Desconhecido
Trailer

♦♦♦♦

Nota: Com relação as dicas dos filmes, quero deixar claro que não é tentativa de resenha, não vou colocar ficha técnica (já deixo link direto para o IMDb) e nem pretendo fazer spoiler. São recomendações simples que carregam a minha visão e opinião diante dos mesmos e que passo adiante como se falasse à amigos.

Não deixe de ver mais dicas de filmes!

Categories: Dica de Filmes, Filme, Trailer, Tudo

Alguns filmes que andei vendo e recomendo…ou não (38)

July 8th, 2011 Ester Castro 5 comentários

Eu queria ter o pique pra postar essas dicas semanalmente para que geral pudesse conferir sugestões para fins de semana, mas não conta. Continuo com aquele velho problema de tempo. De qualquer forma, tem muitas dicas na tag “dica de filme”, então sijoga lá! icon wink Alguns filmes que andei vendo e recomendo…ou não (38)

thewayback Alguns filmes que andei vendo e recomendo…ou não (38)Ao que consta, a história do filme The Way Back (2010) foi inspirado no livro do ex-soldado polonês Sławomir Rawicz, que segundo sua biografia, foi capturado pelos soviéticos na Segunda Grande Guerra. Mas como o livro foi escrito por um ghostwriter, ou seja, alguém pago para escrever, seu teor foi questionado por não haver nenhuma prova que confirme ou não se tudo o que aconteceu após essa captura, foi mesmo da forma como é relatado.
Porém, a despeito desse imbróglio, o filme sem dúvida vale ser visto (os fofos Jim Sturgess e Colin Farrell são o bônus do elenco!) para pelo menos te fazer beijar o chão da tua casa, o teu travesseiro, o conteúdo da tua geladeira e tudo mais que você julgue merecer agradecimento…
Ah, e te faça parar de reclamar da vida!
Título em português: Caminho da Liberdade
Trailer

♦♦♦♦

themanfromnowhere Alguns filmes que andei vendo e recomendo…ou não (38)Eu já falei aqui outras vezes sobre meu carinho especial por filmes coreanos e Ajeossi (2010) ou The Man From Nowhere em inglês, é mais um da família que não pode ser ignorado. Um homem misterioso (o lindo Won Bin), uma garotinha abelhuda e muita pancadaria servem de pano de fundo para um filme eletrizante. Embora misture violência com tiradas cômicas típicas de animes e filmes orientais, este filme consegue transformar a sede de justiça, o zelo e o cuidado em um drama quase que poético. Como é possível? Não sei. Só digo que embora não seja excepcional, é um filme como poucos que conseguem desencadear uma mistura de sensações sem fazer força.
Gostei pra caramba!
Título em português: Não encontrado
Trailer

♦♦♦♦

isawthedevil Alguns filmes que andei vendo e recomendo…ou não (38)Ó mais um coreano aí geeente!
Akmareul boatda (2010), conhecido em inglês como I Saw The Devil, é um thriller como poucos! É um filme forte e violento, portanto gente fresca que só curte filminho de corações suspirando pode passar longe dele. Lembro apenas que você estaria perdendo a excepcional atuação de Min-sik Choi, o mesmo ator do não menos excepcional Old Boy. O cara dá um banho!
É mais um daqueles filmes que coloca em xeque sua opinião em relação a violência e sobretudo em relação a vingança. Normalmente você equipara o vingador ao próprio assassino, mas e se você ignorar todos os preceitos éticos e humanos e se colocar apenas no lugar da vítima sob as circunstâncias mostradas no filme? O que você faria?
Muitíssimo bem construído e totalmente politicamente incorreto, por isso a gente gosta!
Título em português: Não econtrado
Trailer

♦♦♦♦

bluvalentine Alguns filmes que andei vendo e recomendo…ou não (38)Eis um romance pouco convencional.
Blue Valentine (2010) não conta aquela história de amor típica de conto de fadas, mas uma história que carrega o peso de uma realidade que muitos conhecem, triste e injusta. Sempre existe aquela pessoa que vive de restos aceitando viver assim porque o coração é maior que o egoísmo do seu par.
Não desgostei por completo do filme, até porque ele mostrou a arte imitando a vida. Eu apenas achei desnecessárias certas cenas de sexo, explícito diga-se de passagem, que pareciam não caber no contexto, como se o intuito fosse “compensar” o restante da trama. Não que eu seja contra e estou longe de ser puritana, mas a forma como isso foi empregado foi gratuito e na minha opinião, manchou o que poderia ter sido um ótimo filme. Prefiro ir direto para um pornô propriamente dito. icon mrgreen Alguns filmes que andei vendo e recomendo…ou não (38)
Título em português: Namorados Para Sempre
Trailer

♦♦♦♦

Nota: Com relação as dicas dos filmes, quero deixar claro que não é tentativa de resenha, não vou colocar ficha técnica (já deixo link direto para o IMDb) e nem pretendo fazer spoiler. São recomendações simples que carregam a minha visão e opinião diante dos mesmos e que passo adiante como se falasse à amigos.

Não deixe de ver mais dicas de filmes!

Categories: Dica de Filmes, Filme, Trailer, Tudo

Babies – documentário do primeiro ano de vida de quatro bebês pelo mundo

May 8th, 2011 Ester Castro Comente!

babies Babies   documentário do primeiro ano de vida de quatro bebês pelo mundo

 

Agora à tarde eu vi Babies (2010), um documentário francês que mostra simultaneamente o primeiro ano de vida de quatro bebês de diferentes partes do mundo, desde o seu nascimento até seus primeiros passos.

Não há textos e nem narração, apenas cenas do cotidiano das meninas Ponijao (Namíbia), Mari (Japão), Hattie (EUA) e do menino Bayar (Mongólia), que nasceram sob uma diferença cultural gritante.

O que por um lado reporta toda a fofura e encantos de uma criança em seus primeiros meses de vida, por outro, choca pela precariedade de um em relação aos outros. De um lado uma criança se entedia brincando em seu quarto entapetado e de outro, uma se diverte com pedras e ossos secos em meio a sujeira.

Nós mães que temos nossos filhos no conforto, sequer nos atrevemos a vislumbrar que ao mesmo tempo em outro lugar do planeta há uma criança igual a sua, cuja vida não tem nada de igual…

Imagens lindas em meio a realidades antagônitas. Para ver e refletir.

Eis o trailer:

 

 


PS: Ok, eu ri com o fight dos dois no início e a cabra matando a sede. icon mrgreen Babies   documentário do primeiro ano de vida de quatro bebês pelo mundo

 

Site oficial.

 

Alguns filmes que andei vendo e recomendo…ou não (37)

March 28th, 2011 Ester Castro 4 comentários

wintersbone Alguns filmes que andei vendo e recomendo…ou não (37)Sério, eu não entendi porque raios Winter’s Bone (2010) recebera a indicação de melhor filme no Oscar desse ano.
Acho que passou longe de ser merecedor. E não é porque o filme é devagar quase parando, mas porque numa visão geral não conseguiu passar a carga dramática a que ele se propõe. Se passou, não vi.
Como não li o livro, também não posso dizer se houve fidelidade no roteiro, mas como filme me pareceu vago, não me prendeu, parecia que faltava algo, talvez a mão de um bom diretor.
Como filme independente está passando de bom, porém eu esperava mais, pelo menos que justificasse a aceitação da crítica e inúmeras premiações.
Ponto apenas para a bela Jennifer Lawrence que tem potencial. Acredito que ainda vamos ouvir falar muito dela…
Título em português: Inverno da Alma
Trailer

 

♦♦♦♦

 

thekingsspeech Alguns filmes que andei vendo e recomendo…ou não (37) Achei The King’s Speech (2010) delicioso! Já recomendo de cara!
Embora reproduza um drama real dentro da realeza britânica, mais precisamente um drama pessoal do rei Jorge VI em lidar com a gagueira, tudo foi repassado de forma magnífica, desde o brilhantismo de Colin Firth até o humor sutil e oportuno de Geoffrey Rush.
É um filme envolvente, sem artifícios e muito bem construído do tipo que você vê sem perceber o tempo passar e diz já acabou?
Dadas as demais opções deste ano, mereceu sim o Oscar de melhor filme.
Título em português: O Discurso do Rei
Trailer

 

♦♦♦♦

 

thefighter Alguns filmes que andei vendo e recomendo…ou não (37) Coincidência ou não, parece que tirei os últimos dias pra ver os filmes do Oscar 2011, com atraso, mas tudo bem…
The Fighter (2010) é mais um filme contando uma história real. Embora fale de Micky Ward, uma lenda do boxe americano dos anos 80 interpretado por Mark Wahlberg, quem rouba a cena é Christian Bale no papel de Dicky Eklund, seu meio irmão que interrompeu o boxe pra se enfiar nas drogas. Aliás, Bale só ratificou o seu talento já mostrado em outros filmes que lhe exigiam a alma. Só por ele, o filme já vale!
Vejam nos créditos finais o verdadeiro Dicky e me digam se não foi uma incorporação espetacular do personagem!
Bale mereceu a estatueta como poucos…
Título em português: O Vencedor
Trailer

 

♦♦♦♦

 

tangled Alguns filmes que andei vendo e recomendo…ou não (37) Tangled (2010) é até cativante como toda animação, mas peloamordeumaroscadiet, que tanto de cantoria foi aquela? A cada cinco minutos, o roteiro era cantado!!!! Tremendo pé no saco isso…
Infelizmente esse é um dos grandes defeitos dos filmes da Disney, transformar tudo em musical. Acho que o único que prestou foi Tarzan que teve Phil Collins na jogada…
No geral é até legalzinho, mas aposto que se excluíssem a cantoria irritante e deixassem o cavalo e o camaleão assumirem 70% da animação, então sim valeria cada minuto. Os dois carregam o filme nas costas fazendo caras e bocas impagáveis.
Pra ver pulando boa parte, pode apostar…
Título em português: Enrolados
Trailer

 

♦♦♦♦

 

Nota: Com relação as dicas dos filmes, quero deixar claro que não é tentativa de resenha, não vou colocar ficha técnica (já deixo link direto para o IMDb) e nem pretendo fazer spoiler. São recomendações simples que carregam a minha visão e opinião diante dos mesmos e que passo adiante como se falasse à amigos.

Não deixe de ver mais dicas de filmes!

 

 

Categories: Dica de Filmes, Filme, Trailer, Tudo

Alguns filmes que andei vendo e recomendo…ou não (36)

February 26th, 2011 Ester Castro Comente!

127hours Alguns filmes que andei vendo e recomendo…ou não (36)  Hoje é dia de Oscar e 127 Hours (2010) tem 6 indicações, entre elas a de melhor filme e melhor ator para James Franco.
Como sabem, o filme conta a história real de um doido chamado Aron Ralston, que como todo alpinista tem um prazer que eu não teria nem dez encarnações, o de subir e descer rochedos e de se enfiar sozinho em grutas e fendas de lugares remotos e inabitados.
Saca cutucar a sorte onça com vara curta? Quais as chances de dar merda?
Claro que a aventura em questão teve um preço e resultou num daqueles dramas psicológicos bem phoda mesmo. E o lindinho James Franco certamente mereceu a indicação. Mandou muito, sem dúvida!
Não é um filme pra levar a principal estatueta do evento, mas com certeza vale ser visto….
Título em português: 127 horas
Trailer

♦♦♦♦

thenext3days Alguns filmes que andei vendo e recomendo…ou não (36)  Eu adoro um suspense policial bem construído e The Next Three Days (2010) é um bom exemplo disso e ainda tem o excepcional Russel Crowe.
Imagine alguém com uma vida tranquila, uma esposa apaixonada, um filho amado e uma profissão respeitada. De repente o acaso prega uma peça e tudo se transforma da noite pro dia.
O que fazer? A desolação, a sensação de impotência, abandono e injustiça justificariam qualquer transgressão? E se fosse você, faria o mesmo?
Assistam. Esse é mais um filme que recomendo com afinco. FIL-MA-ÇO!!!
PS: Achei phoda a cena com o carro na autoestrada nos momentos finais do filme. Muito bem feita!
Título em português: 72 Horas
Trailer

♦♦♦♦

unstoppable Alguns filmes que andei vendo e recomendo…ou não (36)  Quando você dá uma lida na sinopse de Unstoppable (2010) pensa:
__Mas que merda, parece que já vi algo parecido com um ônibus!
No entanto, clichês à parte, o filme é baseado num incidente real ocorrido no ano de 2001 em Ohio, popularmente batizado de “Crazy Eights“.
Essa ação dramática às voltas com um trem descontrolado, rendeu até uma indicação ao Oscar 2011 na categoria melhor edição de som.
Não tem nada de espetacular, fora o sempre lindo Denzel Washington claro (cof, cof, cof… who’s Chris Pine?), mas tem bons momentos de ação.
Um bom filme eletrizante que apesar do contexto verídico implícito, não deixa de ser divertido num bom fim tarde. Vale a pipoca sim!
Título em português: Incontrolável
Trailer

♦♦♦♦

hereafter Alguns filmes que andei vendo e recomendo…ou não (36)  Well… parece que hoje não vai ter filme pra detonar e não recomendar. Tive sorte de ver só coisa boa nestes últimos dias.
Hereafter (2010) é dirigido por Clint Eastwood, um dos diretores mais phodões da atualidade. Gosto demais do trabalho dele. Eastwood parece ter um feeling que poucos conseguem ter.
A despeito de todo o meu ceticismo em torno do assunto, o filme que aborda a mediunidade e diferentes experiências com a morte, conta tudo com uma sutileza que chega a ser poética. Extremamente bem construído, o filme mescla tragédias reais com anseios e aflições íntimas e surreais.
Achei lindo! Um filme não só pra ver, mas pra sentir.
Título em português: Além da Vida
Trailer

♦♦♦♦

Nota: Com relação as dicas dos filmes, quero deixar claro que não é tentativa de resenha, não vou colocar ficha técnica (já deixo link direto para o IMDb) e nem pretendo fazer spoiler. São recomendações simples que carregam a minha visão e opinião diante dos mesmos e que passo adiante como se falasse à amigos.

Não deixe de ver mais dicas de filmes!

Categories: Dica de Filmes, Filme, Trailer, Tudo