Carinho de vovó não tem preço…

17.11.09 - 10:46 PM Ester Castro






Meu irmão e minha sobrinha
Papai coruja!

Esse caboclim aí segurando a filhota é meu irmão caçula. Vi ele nascer, troquei fralda, dei banho, peguei no colo, dei mamadeira…
Hoje homem feito, ficou parcialmente careca quando descobriu que ia ser pai de uma menina e certamente vai perder o resto do cabelo quando a filha disser __Papi, quero a chave do carro na minha mão quando eu contar 3! hauahauahauahauahauahaua

Bom, Pietra, esse anjinho de olho azuli completou seu primeiro aninho no último dia 31 de outubro e ocorre que minha mãe, como oma (vovó em alemão) altamente coruja e de uma sensibilidade ímpar proporcionou o melhor presente que ela poderia ganhar:
emoldurou os talheres que foram dados ao meu irmão em seu primeiro ano de vida .

Achei isso de uma delicadeza que claro só tem valor sentimental e familiar mas com certeza no futuro, minha sobrinha irá guardar e preservar com todo amor do mundo.
Um carinho como esse definitivamente não tem preço.

Talheres que foram do meu irmão ao completar o primeiro ano de vida
Clique para ampliar

Lindo né? Sem noção o apelo nostálgico, sentimental e emocionante desse gesto. Eu mesma adoraria ter alguma lembrança dessa natureza dos meus pais quando crianças.
Um presente de aniversário inesquecível e para toda a vida…

É isso gente. Fazia tempo que eu não dividia algo pessoal com vocês e achei que esse seria um motivo bacana pra isso. Só demorei um pouco pra postar porque dependia das fotos que estavam na máquina da minha mãe. ;)

Pietra Pietra Pietra
Anjinho dourado e amado de titia…



Categorias: Tudo, Variedade, Vida Pessoal







Confira outras postagens no blog!

2leep.com


Os comentários são via Facebook, portanto precisa estar "logado" para comentar. Vale lembrar que o teor dos mesmos são de inteira responsabilidade do comentarista.

Comente!! Assim saberei o que você pensa! ;)




  1. 19, novembro, 2009 em 16:43 | #1

    Que coisa mais fofa. Infelizmente as roupinhas e sapatinhos de qd eu era bebê foram todas usadas em minhas bonecas quando eu era criança e na adolescência, claro, joguei fora porque era "cafona". Aff!Adorei essa homenagem da sua mãe, linda! Parabéns.

    • 19, novembro, 2009 em 17:20 | #2

      Também não tenho nada meu, acho que só uma cadeirinha de madeira que resistiu minha infância e tá resistindo a dos meus filhos hahahahahahaha

      Obriga!!! Direi à minha mãe que gostou! ;)

  2. 17, novembro, 2009 em 20:00 | #3

    Por sinal, preciso comprar um presente para minha prima de 3 anos. Aceito sugestões. :D

Fechado para comentários.