Blogagem Coletiva – Pelo Santuário de Baleias do Atlântico Sul

23.05.08 - 7:05 PM Ester Castro







Projeto Monitoramento de Baleias Via Satélite

Mais de 2 milhões de baleias foram mortas neste século. Estima-se que
cerca de 50 a 60.000 baleias foram mortas por ano durante o período da
caça comercial mundial, que atingiu seu pico em 1961, quando a indústria
baleeira conseguiu o triste recorde de 70.000 animais mortos. Na
tentativa de conter o ritmo alucinado com que as espécies estavam sendo
caçadas, a CBI declarou, em 1986, a moratória da caça por tempo
indeterminado. Ainda assim, desde que a moratória foi declarada, quase
14.000 baleias já foram mortas, sendo que destas, 7.000 foram abatidas
somente pelo Japão!
Leia mais….

Sim, a situação é alarmante. O que podemos fazer para ajudar? Existe uma forma.
O Greenpeace propôs a criação do Santuário de Baleias do Atlântico Sul com o apoio da CIBComissão Internacional Baleeira que conta com a participação de 73 países. No entanto, o Santuário precisa atingir mais de 3/4 da votação para ser aprovado.

Desde 2007, a poderosa ONG vem solicitando ao Brasil, que atualmente mantêm uma postura favorável à proteção das baleias, que atue no convencimento de outros países, para votar pela manutenção da moratória da caça comercial e pela aprovação desse Santuário.

A sua contribuição, você leitor, pode ser dada assinando essa petição online redigida pelo Greenpeace e dirigida ao Presidente Lula, para que assuma uma postura mais ativa através de gestões diplomáticas, a fim de conseguir o apoio necessário à aprovação do que se pede.

Assim como assumi o compromisso de passar esse recado adiante, é óbvio que também já assinei a petição. Se é isso que está ao nosso alcance por fazer, então mexa-se e faça a sua parte!

Este post está apoiando a Blogagem Coletiva: Preservação das Baleias – Assinatura da petição para criação do Santuário do Atlântico Sul, proposta pela Kaká do Meu Veneno.









Confira outras postagens no blog!

2leep.com


Os comentários são via Facebook, portanto precisa estar "logado" para comentar. Vale lembrar que o teor dos mesmos são de inteira responsabilidade do comentarista.

Comente!! Assim saberei o que você pensa! ;)




Fechado para comentários.