Arnaldo Jabor explica o Público e o Privado. Falou pouco e disse muito!

20.04.11 - 11:14 PM Ester Castro






Eu gosto dele. Inteligente, culto e consciente, Arnaldo Jabor sempre diz muito em poucas palavras que na maioria das vezes merecem ser aplaudidas.

No vídeo abaixo ele dá sua opinião sobre Público e Privado. Genial como sempre!

 

 


Via Chongas

 



Categorias: Informação, Opinião, Tudo, Vídeo







Confira outras postagens no blog!

2leep.com


Os comentários são via Facebook, portanto precisa estar "logado" para comentar. Vale lembrar que o teor dos mesmos são de inteira responsabilidade do comentarista.

Comente!! Assim saberei o que você pensa! ;)




  1. Nando
    25, abril, 2011 em 08:26 | #1

    Concordo com ele!

    A genialidade dele está em dizer muito em poucas palavras. Coisa que não é nada fácil.

    O governo conseguiu mesmo demonizar a palavra privatização.

    E realmente odeio o estado tentando controlar tudo nas nossas vidas!!

  2. larissa
    24, abril, 2011 em 18:18 | #2

    não concordo.

  3. 21, abril, 2011 em 16:44 | #3

    Ester,

    Ótima escolha. Gostei do Jabor disse com clareza e bons argumentos.

    Discordo quando Sergio afirma que são falácias pseudo-fundamentada. Falácias são argumentações enganosas e ponto e não pseudo qualquer coisa.

    Mas como diz a democracia nos permite divergir e crescer.

    Abraços

  4. josé
    21, abril, 2011 em 10:20 | #4

    Não gosto desse discurso, privado tudo bem, público é o fim do mundo.

    A telefonia que ele citou apesar de privatizada é um péssimo serviço prestado à população,

    onde moro a única prestadora de internet banda larga é a velox (telemar), é cara e tem uma assistência técnica muito ruim, é comum ficar mais de uma semana sem internet por aqui. Privatizou, mas permanceu o monopólio, consequência disso é que o serviço não melhorou.

  5. 21, abril, 2011 em 04:57 | #5

    Olá, Ester!

    Jabor genial é forçar. Ele é vociferador da direita, e especificamente esse vídeo que você escolheu, é dos mais absurdos. É a famosa falácia pseudo-fundamentada, tão ao seu gosto (dele).

    Não vou contestar item por item as bobagens que ele disse porque seria deselegante de minha parte com você, mas, para ter uma idéia, se quiser, esse é o discurso que os faz acreditar (eles) que podem até inventar uma bolinha de papel se transformar num projétil no consciente coletivo.

    Se quiser, no entanto, escolha apenas um ítem das bobagens que ele disse que a contesto.

    Abração e sempre bom estar por aqui.

    Sérgio

    • 21, abril, 2011 em 07:35 | #6

      Oi Sérgio!

      Bom, percebo que ao não concordar com o que Jabor disse, divergimos nossas opiniões, mas segundo reza a democracia, merecem ambas ser respeitadas e portanto não adianta entrar no mérito da questão, pois sabemos que ambos não iremos mudá-las.

      Já dizia um sábio que política, religião e futebol não se discutem sob pena de "cabeças rolarem" rsrsrsrs

      Seja sempre bem-vindo! :)

Fechado para comentários.